Ausências forçam adiamento de votação sobre regras de 2017

Sem todos os membros na mais recente reunião do Grupo de Estratégia e da Comissão da Fórmula 1, a categoria terá de esperar mais alguns dias para saber quais serão as regras de motores para o futuro

Ausências forçam adiamento de votação sobre regras de 2017
Start action: Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 Team W07, Valtteri Bottas, Williams FW38 and Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team W07
Bernie Ecclestone, Jean Todt, FIA President and Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal
Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal and Robert Fernley, Sahara Force India F1 Team Deputy Team Principal
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H and Kimi Raikkonen, Ferrari SF16-H make contact at the start of the race
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB12 and Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 Team W07 lead at the start of the race
Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal on the grid

A reunião do Grupo de Estratégia e da Comissão da Fórmula 1, realizada nesta terça-feira (26), seria de extrema importância para definir os rumos das regras para a temporada 2017. Seria.

Segundo o Motorsport.com apurou, a votação foi adiada por falta de quórum da Comissão - formada pela FOM (Formula One Management), FIA (Federação Internacional de Automobilismo), equipes, patrocinadores e promotores da categoria.

Sem todos os membros presentes - entende-se que, entre os ausentes estão que não puderam ir ao encontro - a votação teve de ser adiada.

Em relação ao aspecto dos carros, as mudanças que devem torná-los cerca de cinco segundos por volta mais velozes estão definidas - houve uma tentativa de barrar tais modificações por parte de algumas equipes, especialmente a Mercedes, logo descartada por falta de apoio.

Com isso, a F1 deve ver carros mais largos e maiores no próximo ano. Entretanto, os mais recentes encontros do Grupo de Estratégia e da Comissão da F1 não resultaram em uma aprovação das mudanças nas regras de motores para redução dos custos e nivelamento de desempenho.

Enquanto o Grupo de Estratégia já aprovou um plano de dois anos que reduzirá os custos - uma das medidas é limitar o número de motores a três por ano - mas a questão estacionou na Comissão da F1.

Para tentar solucionar a questão das ausências, uma votação via internet deve ser feita nos próximos dias para definir se a ideia proposta pelas fabricantes será aprovada, além de outras mudanças como o aumento do limite de combustível nos carros. Espera-se que tal votação se encerre até o final desta semana.

compartilhar
comentários
Magnussen será substituído por russo no TL1 em Sochi

Artigo anterior

Magnussen será substituído por russo no TL1 em Sochi

Próximo artigo

Red Bull: reestruturação na Renault já gera frutos

Red Bull: reestruturação na Renault já gera frutos
Carregar comentários