Motorsport.com's Prime content
Assunto

Motorsport.com's Prime content

F1: Após fiasco da Bélgica, conheça os 10 GPs mais curtos da história

Apesar da conotação negativa, lista traz duas provas que foram concluídas, sendo as mais rápidas da história da F1

F1: Após fiasco da Bélgica, conheça os 10 GPs mais curtos da história

A Fórmula 1 teve um GP histórico no último domingo em Spa-Francorchamps, apesar da marca ser negativa. O fiasco do GP da Bélgica de 2021 quebrou uma marca que fã nenhum gostaria de ver: a de corrida mais curta da história da categoria.

Apesar do safety car ter completado um total de três voltas na tentativa de retomada da corrida, apenas uma foi realmente considerada para a exibição da classificação final, resultando em uma prova com apenas 03 minutos e 27 segundos de duração.

Leia também:

Apenas outras quatro corridas na história da F1 tiveram menos de uma hora de duração no total, incluindo uma no século XXI: o GP da Malásia de 2009, vencida por Jenson Button após 31 voltas. Na ocasião, a prova começou com pista seca, mas foi interrompida e posteriormente encerrada devido à forte tempestade que começou a cair sobre o circuito de Sepang.

Confira a lista completa na galeria abaixo, com a história dos dez GPs mais curtos já realizados pela F1.

Bélgica 2021 - 03min27s
Bélgica 2021 - 03min27s
1/31

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Embora a chuva tenha caído continuamente por várias horas em Spa, o início do GP da Bélgica de 2021, marcado para as 10h, foi adiado em 25 minutos. Duas voltas de formação foram realizadas atrás do Safety Car, deixando claro que não era seguro correr. A bandeira vermelha foi acionada pela primeira vez e todos os carros voltaram aos boxes.
Bélgica 2021 - 03min27s
Bélgica 2021 - 03min27s
2/31

Foto de: Alastair Staley / Motorsport Images

A partir daí, teve-se início uma longa espera de quase três horas durante as quais o céu não se digna a conceder um momento de calma. As condições agravam-se ainda mais e suscitam receios de não seria possível iniciar a corrida antes do fatídico limite de três horas previsto no regulamento. A FIA decide então parar o relógio oficial do evento para garantir uma hora de corrida, citando um caso de "força maior".
Bélgica 2021 - 03min27s
Bélgica 2021 - 03min27s
3/31

Foto de: Steven Tee / Motorsport Images

No entanto, as condições mudaram muito pouco e às 13h17 os carros deixaram o pit lane atrás do Safety Car para dar a largada oficial da prova. Depois de duas voltas em condições quase idênticas às da largada, a bandeira vermelha foi novamente acionada. A "corrida" não recomeça, mas os resultados são confirmados com Max Verstappen designado vencedor por percorrer a distância regulamentar. A classificação é dada na penúltima volta antes da bandeira vermelha, ou seja, a primeira volta, de forma que oficialmente a corrida durou apenas 3 minutos e 27 segundos.
Austrália 1991 - 24min34s
Austrália 1991 - 24min34s
4/31

Foto de: LAT Images

Apesar de uma violenta tempestade ter atingido Adelaide horas antes, o início do GP da Austrália de 1991 é mantido em condições de pista quase aceitáveis. A cautela dos pilotos os mantém afastados de qualquer acidente por um tempo.
Austrália 1991 - 24min34s
Austrália 1991 - 24min34s
5/31

Foto de: LAT Images

Porém, rapidamente, devido ao paredão de água que se apresentava à sua frente e à intensificação das chuvas, os incidentes se multiplicaram e o percurso logo ficou cheio de detritos e veículos danificados. Após os acidentes de Nigel Mansell (foto) e Gerhard Berger, Ayrton Senna gesticula em direção aos árbitros e pede a paralisação da corrida.
Austrália 1991 - 24min34s
Austrália 1991 - 24min34s
6/31

Foto de: LAT Images

A interrupção é feita na 17ª das 81 voltas previstas. Como as condições não melhoraram durante a bandeira vermelha e alguns pilotos se opuseram ao reinício, a prova é encerrada, com a classificação feita na 14ª volta, tendo os pilotos conseguido oficialmente percorrer apenas 52 km dos 306 previstos. Ayrton Senna é declarado o vencedor.
Espanha 1975 - 42min53s
Espanha 1975 - 42min53s
7/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

O GP da Espanha de 1975 começou em condições particulares: os pilotos anunciaram uma greve, antes dos primeiros testes, após uma inspeção no circuito de Montjuïc, em Barcelona, ​​que revelou que os trilhos de segurança estavam em péssimo estado. Após reparos improvisados ​​realizados em grande parte pelas próprias equipes e ameaças de apreensão por parte das autoridades dos equipamentos das estruturas, os pilotos, em sua maioria, cumprem suas obrigações.
Espanha 1975 - 42min53s
Espanha 1975 - 42min53s
8/31

Foto de: LAT Images

A corrida começa numa pista já perigosa, mas com muita festa do público. O início da prova foi marcado por vários incidentes, nomeadamente a colisão das Ferraris no início. Contra todas as expectativas, foi Rolf Stommelen, na Embassy Hill, quem liderou a corrida à medida que se aproximava da 26ª volta.
Espanha 1975 - 42min53s
Espanha 1975 - 42min53s
9/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

A tragédia ocorre então: a asa traseira do F1 do líder se solta e Stommelen decola na lombada do Estádio, na curva que segue a linha reta dos boxes. Depois de bater no trilho de segurança à esquerda da pista, Embassy Hill rola e se choca com a multidão do outro lado, matando cinco pessoas. Stommelen sai com múltiplas fraturas, mas vivo. Em meio ao caos, os organizadores deram três voltas para interromper a corrida, na 29ª das 75 voltas planejadas. Jochen Mass é declarado vencedoro. Este acidente marca o fim de Montjuïc na Fórmula 1.
Malásia 2009 - 55min30s
Malásia 2009 - 55min30s
10/31

Foto de: LAT Images

O GP da Malásia de 2009 começou em uma pista completamente seca, mas sob a ameaça de uma grande tempestade. As primeiras 20 voltas decorrem sem uma gota de chuva, com Nico Rosberg (Williams) na liderança, à frente de Jarno Trulli (Toyota) e Jenson Button (Brawn) antes das primeiras paradas. Estes entram nos boxes por volta da 15ª rodada e permitem que Button recupere a ponta.
Malásia 2009 - 55min30s
Malásia 2009 - 55min30s
11/31

Foto de: LAT Images

Mas as coisas começam a piorar na 20ª volta: o céu se abre e a pista fica molhada em alguns lugares. A maioria dos pilotos colocou pneus de chuva, mas Timo Glock (Toyota) aposta pelo intermediário e dá certo: o alemão vai muito mais rápido que a concorrência. Ele até assume a liderança quando Button decide passar também pelos boxes para colocar os intermediários. Mas a chuva acabou redobrando de intensidade na 30ª volta: todos os pilotos agora devem colocar seus pneus de chuva.
Malásia 2009 - 55min30s
Malásia 2009 - 55min30s
12/31

Foto de: Andrew Ferraro / Motorsport Images

O aguaceiro é muito forte e os carros não podem mais circular nesta pista realmente inundada. O safety car entrou em cena, mas rapidamente a bandeira vermelha foi levantada. A direção de prova decide esperar cerca de cinquenta minutos para anunciar definitivamente o fim do GP, após menos de uma hora de condução. A classificação da 31ª rodada sela a vitória de Button.
Áustria 1975 - 57min56s
Áustria 1975 - 57min56s
13/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Depois de uma violenta tempestade atingir o circuito de Österreichring, a saída foi adiada em 45 minutos em busca de condições mais satisfatórias. Os pilotos então partiram em pista molhada e, na maioria das vezes, com carros não ajustados para chuva.
Áustria 1975 - 57min56s
Áustria 1975 - 57min56s
14/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Era então o início do show de Vittorio Brambilla: o italiano, conduzindo sua March laranja, era incrivelmente agressivo e eficiente. Em 18 voltas, ele subiu no pelotão da oitava para a primeira posição, à frente de Hunt. Ele alinha tempos de volta incríveis e abria uma grande vantagem. Na volta 25, ele tinha 20 segundos de diferença sobre o britânico.
Áustria 1975 - 57min56s
Áustria 1975 - 57min56s
15/31

Foto de: LAT Images

Mas uma nova chuva ocorre! As condições ficam péssimas e os pilotos que abandonaram pedem à direção da corrida que encerre o evento. Isso é feito na volta 29, quando a bandeira quadriculada é agitada na frente de um Brambilla tão feliz por ter vencido que larga o volante de uma das mãos, escorrega e bate no muro
Mônaco 1984 - 01h00min07s
Mônaco 1984 - 01h00min07s
16/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Depois de ter atrasado cerca de vinte minutos o seu início devido à chuva, o evento monegasco começa. E rapidamente se torna um massacre: após 24 voltas, há apenas nove pilotos restantes na pista. Prost lidera, mas a chuva dobra de intensidade e a visibilidade torna-se problemática.
Mônaco 1984 - 01h00min07s
Mônaco 1984 - 01h00min07s
17/31

Foto de: LAT Images

Atrás do francês, dois pilotos surpreendem: Ayrton Senna, Toleman, e Stefan Bellof, Tyrrell. O brasileiro e sua equipe apostaram em uma corrida que não cobriria sua distância total e não reabasteceram. Senna se aproxima de Prost muito rapidamente.
Mônaco 1984 - 01h00min07s
Mônaco 1984 - 01h00min07s
18/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Mas as condições ficam ainda piores: Prost faz pedidos pela interrupção. Jacky Ickx, diretor da corrida, decide então agitar a bandeira vermelha e a quadriculada na 32ª volta. Senna passa Prost, que está no grid, e pensa que venceu, mas a classificação é feita na volta anterior à interrupção; o piloto da Toleman é "apenas" o segundo.
Itália 1978 - 01h01min04s
Itália 1978 - 01h01min04s
19/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

O início do GP da Itália de 1978 foi dado quando os pilotos do fim do grid ainda não haviam parado. Isso rapidamente leva a um pelotão na longa reta que leva à primeira chicane...
Itália 1978 - 01h01min04s
Itália 1978 - 01h01min04s
20/31

Foto de: LAT Images

O que era previsto, aconteceu: vários pilotos se chocam no meio do pelotão, incluindo Ronnie Peterson, cuja Lotus vai bater de frente com um guard-rail.
Itália 1978 - 01h01min04s
Itália 1978 - 01h01min04s
21/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Cheio de gasolina, o monoposto do sueco rapidamente pegou fogo, soltando uma nuvem impressionante de fumaça preta. Todos os carros envolvidos no acidente pararam e vários correram para os destroços do Lotus para libertar Peterson.
Itália 1978 - 01h01min04s
Itália 1978 - 01h01min04s
22/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Peterson, com as pernas quebradas, parece ter evitado o pior. Mas logo as atenções se voltam para Vittorio Brambilla, que recebeu uma roda em seu capacete e sofre de uma fratura no crânio. Três horas após este engavetamento, pouco depois das 18 horas, a corrida é reiniciada por cerca de 40 voltas e vencida por Niki Lauda. Mario Andretti é coroado Campeão Mundial, mas a alegria da Lotus dura pouco: no dia seguinte, devido a complicações médicas, Ronnie Peterson falece no hospital em Milão.
Bélgica 2001 - 01h08min05s
Bélgica 2001 - 01h08min05s
23/31

Foto de: LAT Images

Após a primeira largada ser abortada devido à batida de Heinz-Harald Frentzen e sua Prost, uma segunda largada foi dada. No entanto, a corrida foi rapidamente interrompida por uma colisão entre o Jaguar de Eddie Irvine e o segundo Prost de Luciano Burti.
Bélgica 2001 - 01h08min05s
Bélgica 2001 - 01h08min05s
24/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

A preocupação com brasileiro é grande ao ver as imagens. O piloto da Prost fechou a porta do irlandês na Blanchimont, perdeu a asa dianteira e bateu violentamente sob as barreiras de pneus. Irvine, preocupado com o que vê ao sair do carro, vai imediatamente ajudar os serviços médico para libertar o brasileiro. Inconsciente, a extração de Burti leva meia hora.
Bélgica 2001 - 01h08min05s
Bélgica 2001 - 01h08min05s
25/31

Foto de: LAT Images

A corrida é finalmente retomada para 36 voltas com vitória de Michael Schumacher. Burti sai do acidente com uma concussão e nunca mais disputaria um GP.
Itália 2003 - 01h14min19s
Itália 2003 - 01h14min19s
26/31

Foto de: Ferrari Media Center

O GP da Itália de 2003 é o evento ininterrupto mais rápido da história. Quase nenhum incidente foi relatado, o que explica sua presença nesta lista.
Itália 2003 - 01h14min19s
Itália 2003 - 01h14min19s
27/31

Foto de: Shell Motorsport

Os F1 de meados da década de 2000, com seus motores V10, são doidos por velocidade e adoram as cargas de Monza. Na qualificação, a volta foi concluída em 01min20s9 e na corrida demorou menos de uma hora e 15 minutos para percorrer as 53 voltas.
Itália 2003 - 01h14min19s
Itália 2003 - 01h14min19s
28/31

Foto de: LAT Images

A vitória fica com Michael Schumacher, com uma incrível média de 247,585 km/h, que continua a ser a mais alta para uma prova disputada na Fórmula 1.
Itália 2005 - 01h14min28s
Itália 2005 - 01h14min28s
29/31

Foto de: Ferrari Media Center

E na segunda posição das maiores médias, encontramos o GP da Itália de 2005! Aqui, novamente, os V10s correm livremente e poucos incidentes atrapalham a corrida.
Itália 2005 - 01h14min28s
Itália 2005 - 01h14min28s
30/31

Foto de: Alessio Morgese

Partindo da pole, Juan Pablo Montoya enfrenta resistência de Fernando Alonso durante toda a corrida, mas acaba vencendo.
Itália 2005 - 01h14min28s
Itália 2005 - 01h14min28s
31/31

Foto de: McLaren

O colombiano registra sua sexta vitória com uma média de 247,097 km/h.

F1 AO VIVO - FIASCO NA BÉLGICA: tudo sobre a corrida que NÃO ACONTECEU em Spa; Rico Penteado analisa

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #124 – Qual piloto merece uma segunda chance na F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 sentará com equipes para discutir regulamento após "farsa" do GP da Bélgica

Artigo anterior

F1 sentará com equipes para discutir regulamento após "farsa" do GP da Bélgica

Próximo artigo

F1 - Wolff: "Devemos fechar o capítulo de Spa e seguir em frente"

F1 - Wolff: "Devemos fechar o capítulo de Spa e seguir em frente"
Carregar comentários