F1: Binotto admite dificuldades em promover pilotos de academia da Ferrari

Equipe tem dois de seus jovens na Fórmula 2, mas corre o risco de não conseguir colocar nenhum deles na categoria máxima em 2021

F1: Binotto admite dificuldades em promover pilotos de academia da Ferrari

Mattia Binotto, chefe da Ferrari na Fórmula 1, admite que a equipe italiana está lutando para encontrar oportunidades futuras na categoria para os pilotos de sua academia, que incluem nomes como Callum Ilott, Marcus ArmstrongRobert Swartzman.

A escuderia tem um lugar na Haas que atualmente é ocupado por Mick Schumacher, mas o contrato que garantia uma vaga na Alfa Romeo - usado por Charles Leclerc em 2018 e posteriormente por Antonio Giovinazzi - foi alterado para 2022.

Leia também:

Embora o chefe da Alfa Frédéric Vasseur não tenha descartado a possibilidade de manter Giovinazzi, ele atualmente procura outras opções. Em uma altura que a Red Bull conseguiu colocar Alexander Albon na Williams e Esteban Ocon, apoiado pela Mercedes, foi para a Alpine, a Ferrari ficou para trás ao tentar definir os rumos da carreira de seus jovens.

Ilott, que foi piloto reserva ao lado de Robert Kubica este ano, já começou a buscar uma rota alternativa na Indy e não há um caminho óbvio para Shwartzman, que atualmente ocupa o terceiro lugar no campeonato de Fórmula 2 em sua segunda temporada na categoria. Já Armstrong está apenas em 14º e mais longe de uma chance na F1.

Em uma mudança positiva para o próximo ano, todas as equipes serão obrigadas a fornecer ao menos um TL1 para jovens pilotos nos finais de semana de corrida sob uma nova regra proposta.

Robert Shwartzman, Ferrari Driver Academy

Robert Shwartzman, Ferrari Driver Academy

Photo by: Ferrari

"Certamente é uma pena que haja muito poucas oportunidades na categoria", disse Binotto quando questionado pelo Motorsport.com. "E não há muitas alternativas. Acho que o piloto é realmente muito forte, ele está sempre encontrando uma oportunidade de alguma forma, mas precisamos ajudar na introdução de novatos na Fórmula 1."

"Em nome da Ferrari, estamos tentando promover os jovens pilotos, temos nossa própria academia e estamos dando a eles todas as oportunidades que podem ter de pilotar um carro de F1. Então, de alguma forma, também é importante tentar criar oportunidades. É por isso que a discussão com a FIA é importante."

“Estamos sempre discutindo como podemos ajudá-los nas sessões extras, nos testes extras e na participação em alguns finais de semana de corrida. É um importante debate que precisamos ter."

Sobre as perspectivas de Shwartzman, ele disse: "Acho que primeiro precisamos concluir o campeonato e permanecer focado. Não foi uma temporada fácil para ele até agora, mas está centrado e tentando terminar bem, então não vamos distraí-lo no desempenho e iremos incentivá-lo a tentar fazer o melhor que puder de agora até o final da temporada."

ZANARDI 20 ANOS EXCLUSIVO: Pilotos relembram detalhes DESCONHECIDOS de acidente ASSUSTADOR

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST - Bottas: piloto que deixou a desejar ou talento 'sacrificado'?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Marko critica "show" da Mercedes em acidente entre Verstappen e Hamilton

Artigo anterior

F1: Marko critica "show" da Mercedes em acidente entre Verstappen e Hamilton

Próximo artigo

F1: Reunião em Monza discute detalhes do motor de 2026; entenda

F1: Reunião em Monza discute detalhes do motor de 2026; entenda
Carregar comentários