Análise técnica de Giorgio Piola
Assunto

Análise técnica de Giorgio Piola

F1: Entenda como Red Bull aproveitou pequenas mudanças de regulamento para maximizar desempenho

Equipe austríaca trouxe modificações discretas na suspensão e aerodinâmica do RB16B, antes difícil de pilotar na última temporada

F1: Entenda como Red Bull aproveitou pequenas mudanças de regulamento para maximizar desempenho

Em um ano em que os carros de Fórmula 1 se parecem muito com os concorrentes do ano passado, Adrian Newey atribuiu o gasto simbólico da Red Bull como um fator-chave para sua ascensão ao topo. Falando recentemente no podcast Talking Bull, da própria equipe, o diretor técnico explicou que havia uma fraqueza em seu desafiante de 2020 que precisava ser corrigida para esta temporada.

Portanto, se as escuderias não tivessem conseguido fazer nenhuma revisão durante o inverno, isso as teria deixado um pouco para trás.

Leia também:

"Tivemos a situação única de homologar o carro do ano passado para ajudar a F1 a lidar com os problemas decorrentes da Covid-19”, explicou Newey. "Isso limitou o que podíamos fazer aos tokens que podíamos gastar. Optamos por usar os nossos na caixa de câmbio, o que também nos permitiu mudar a disposição da suspensão traseira. Essa foi a única coisa que eu não senti que funcionasse muito bem no RB16."

A Red Bull mudou para um layout de suspensão montada mais para trás com o RB16, seguindo os passos da Mercedes, que estruturou a parte traseira de sua suspensão na parte de trás do chassi, exigindo um corte na estrutura de colisão que é montada nela.

Red Bull RB16 and Mercedes W11 rear suspension comparison

Red Bull RB16 and Mercedes W11 rear suspension comparison

Photo by: Giorgio Piola

O layout do RB16B segue ainda mais nessa direção, com a suspensão reorganizada para acomodá-lo. No entanto, ele não poderia ir tão longe quanto a Mercedes, dado que precisava de mais tokens para modificar a estrutura de colisão traseira, bem como o compartimento da caixa de câmbio.

Essas mudanças não só parecem ter ajudado a domar o que tinha sido um carro difícil de dirigir nos primeiros estágios de 2020, mas também deram à equipe mais espaço para desenvolver seu conceito aerodinâmico, levando em consideração as mudanças que a FIA havia feito, como citadas por Newey

"Tivemos uma mudança de regulamento de médio porte durante o inverno em termos de algumas restrições aerodinâmicas ao redor do assoalho e da parte traseira do carro. Não foi uma grande mudança, mas exigiu alguma otimização para acompanhá-la."

Red Bull Racing RB16B floor comparison

Red Bull Racing RB16B floor comparison

Photo by: Giorgio Piola

Um dos primeiros a adotar o recorte de assoalho em forma de Z, a Red Bull tem sido a mais produtiva no grid nesta temporada em termos de evolução, com atualizações baseadas no desempenho chegando em praticamente todas as corridas até agora para otimizar seu pacote.

Isso é interessante, pois poderia ser considerado uma espécie de ressaca de sua temporada em 2020, quando descobriu logo no início que tinha problemas com desenvolvimentos que vinham pelo pipeline, algo que Newey explicou que realmente os ajudaria a longo prazo

"Para voltar um pouco, quando passamos do RB15 de 2019 para o RB16 no ano passado, havia algumas coisas no carro que não entendíamos totalmente", explicou. Mesmo com o programa de túnel de vento e todas as nossas ferramentas de simulação, ainda existem coisas que podem te enganar, e foi exatamente o que aconteceu no início de 2020."

"Demorou um pouco para entender e superar essas questões. O benefício disso - como costuma ser o caso - é que você aprende coisas que de outra forma não teria aprendido. Você ganha mais com os erros do que com as coisas boas. Acho que isso nos ajudou muito pelo que fizemos durante o inverno, e esses desenvolvimentos nos levaram aonde estamos agora", acrescentou.

Red Bull Racing RB16 front wing

Red Bull Racing RB16 front wing

Photo by: Giorgio Piola

Sabemos que a equipe teve que reverter uma atualização no bico durante este período, com o estreito arranjo da asa dianteira (V2) descartado rapidamente como parte dessa descoberta.

A equipe então começou a testar consecutivamente outras soluções que haviam chegado durante aquele período de tempo para entender onde havia errado e pôs o mecanismo em movimento para retificar seus erros.

Este ano pode ser considerado um período de passagem em muitos aspectos, com as restrições impostas pelo sistema de homologação e tokens, a introdução do limite de orçamento e a chegada iminente do carro totalmente novo da F1, algo que Newey está perfeitamente ciente e deve ajudar a gerenciar

"Eu diria que esta é a maior mudança de regulamento que tivemos desde que os carros de efeito solo foram proibidos no final de 1982. É realmente uma revolução. A única coisa que permanece igual é a unidade de potência. Tudo mais é diferente."

"Temos que continuar desenvolvendo o equilíbrio no carro deste ano porque, no momento, temos uma chance pelos títulos - e ao mesmo tempo não podemos apenas nos concentrar na atual temporada e ignorar o que está por vir."

"Estamos fazendo o nosso melhor para equilibrar essas duas áreas - ao mesmo tempo em que enfrentamos o limite de custos que, como todos sabem, significa que infelizmente tivemos que reduzir o tamanho da equipe em certas áreas", concluiu.

F1: Conheça a INCRÍVEL história da PRISÃO de MIKA HAKKINEN horas antes do GP da Grã-Bretanha

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Luciano Burti abre o jogo sobre F1, Globo e ausência na Band

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
RETA FINAL: Mercedes retruca Red Bull com provocações, Wolff/Stroll investigados e o mercado de 2022
Artigo anterior

RETA FINAL: Mercedes retruca Red Bull com provocações, Wolff/Stroll investigados e o mercado de 2022

Próximo artigo

F1: Montoya aponta 'diferença sutil' entre Verstappen e Pérez

F1: Montoya aponta 'diferença sutil' entre Verstappen e Pérez
Carregar comentários