F1: Gasly diz que quebra de asa dianteira "foi surpreendente"

Francês perdeu a peça ao passar por cima de uma zebra nos momentos finais do TL2 do GP da Rússia e já teve outros problemas com o componente

F1: Gasly diz que quebra de asa dianteira "foi surpreendente"

Pierre Gasly disse que a AlphaTauri pode ter que revisar o design da asa dianteira depois que ele perdeu-a ao passar por uma zebra do circuito de Sochi nesta sexta-feira (24). O incidente ocorreu uma corrida após o acidente na qualificação sprint em Monza, onde o francês ficou com a peça presa sob as rodas dianteiras após contato com a McLaren de Daniel Ricciardo.

Segundo o piloto, é surpreendente que o contato no treino livre de hoje na Rússia tenha causado o dano e que sua equipe tivesse que "revê-lo".

Leia também:

"Parece que nossas asas dianteiras são bem frágeis", disse Gasly ao Motorsport.com. "[Perdi uma] com o Daniel em Monza, no Bahrein, e o Yuki [Tsunoda quebrou uma] em Monza também."

"Eu perdi a direção um pouco, então ia bater no zebra bem no meio do carro, abri para ir atrás, pensando que seria melhor. E no final, toda a asa despedaçou. Portanto, precisamos ver se podemos fazer algo sobre isso, mas sem grande preocupação. Em casos como este, os kerbs não são feitos para destruir o carro, apenas para diminuir sua velocidade. Foi um pouco surpreendente."

O resultado do TL2 foi positivo, Gasly terminou em terceiro, atrás da dupla da Mercedes Valtteri Bottas e Lewis Hamilton. Espera-se chuva no sábado e, portanto, é improvável que haja mais corrida a seco antes da prova de domingo.

Questionado se o desempenho era realista, ele respondeu: "Eu diria que é encorajador. Esta manhã fui P6, depois P3 na tarde. Obviamente, sabemos o que pode acontecer no resto do fim de semana com amanhã e as condições, e acho que é ótimo fazer um bom tempo hoje."

"Não foi tão fácil, não me senti confortável como de costume dentro do carro, muito trabalho a fazer. Acho que foi muito difícil para todos. Fico feliz por termos conseguido ser fortes em ambas as sessões, isso é promissor para o resto do evento."

Pierre Gasly, AlphaTauri AT02

Pierre Gasly, AlphaTauri AT02

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Com Max Verstappen indo para o final do grid devido a uma penalidade por trocar a unidade potência, o quarto pódio da carreira do francês, atrás dos dois pilotos da Mercedes, foi potencialmente aberto.

"Isso sempre traz mais oportunidades", disse Gasly. "Sabemos o quão rápido é o ritmo deles. No entanto, acho que temos uma boa chance de começar na frente e, potencialmente, marcar alguns bons pontos."

O piloto está determinado a se recuperar de um desastroso fim de semana em Monza, onde seu acidente na corrida sprint foi seguido por um abandono precoce no próprio GP.

"Para toda a equipe, devo dizer que foi uma grande decepção", disse ele. "Sabe, um ano depois da vitória, todos queriam ir bem. Era o fim de semana em casa. Yuki nem participou da prova e eu estava fora após uma volta."

"Olhando para trás, dói quando vemos o desenrolar depois do safety car, batidas, etc. Tínhamos velocidade, nos classificamos em sexto, à frente das Ferraris, e fomos muito rápidos nos treinos."

"Portanto, ainda há muitos pontos positivos a serem considerados, embora não tenhamos recebido a recompensa no final, o que é doloroso", finalizou.

F1 2021: Mercedes BEM na Rússia, PUNIÇÃO para Verstappen, MEDO da chuva e as notícias de Sochi | SEXTA-LIVRE

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #133: O que poderia ser melhorado no documentário sobre Schumacher?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Entenda por que Red Bull trocou motor em Sochi e Mercedes não

Artigo anterior

F1: Entenda por que Red Bull trocou motor em Sochi e Mercedes não

Próximo artigo

Horner: Verstappen não tem "nada a perder" na luta pelo título da F1 contra Hamilton

Horner: Verstappen não tem "nada a perder" na luta pelo título da F1 contra Hamilton
Carregar comentários