F1: Latifi diz que Williams estava melhor que nunca na Rússia

Canadense se empolgou com ritmo do carro para as próximas corridas, apesar de não ter conseguido um bom resultado em Sochi por punição e abandono

F1: Latifi diz que Williams estava melhor que nunca na Rússia

Nicholas Latifi disse que a Williams estava em seu melhor durante o GP da Rússia de Fórmula 1, apesar de sua corrida ter sido comprometida por uma penalidade no grid. O canadense mudou sua unidade de potência antes da qualificação, após sofrer um problema na sexta-feira, e largou em 18º, logo à frente dos também punidos Valtteri Bottas e Max Verstappen.

Em seu primeiro stint com os pneus médios, ele ficou preso atrás da Haas de Nikita Mazepin, mas depois de uma mudança rápida para os duros para encontrar o ar puro, mostrou bom ritmo. No entanto, a essa altura, estava muito atrás do resto do pelotão para fazer muito progresso. Sua tarde terminou quando rodou e foi obrigado a abandonar com danos na asa.

Leia também:

"A corrida começou prejudicada atrás de Mazepin, não consegui passá-lo", disse Latifi ao Motorsport.com. "Foi uma pena porque no primeiro stint o carro comportou-se da melhor maneira possível nos dois anos que estou com a equipe."

"Quando você compara o ritmo no meio do pelotão, estava mais rápido do que George [Russell], que a Alpine e a Aston [Martin], pessoas que estavam na mesma estratégia."

"É surpreendente, mas torna mais frustrante porque esta foi uma corrida em que tivemos que começar de onde começamos. Eu estava voando no final e é uma pena que não estivéssemos no bolo."

Latifi também mostrou bom ritmo no chuvoso Q1, mas não fez uma volta rápida no Q2 por causa da penalidade do grid.

Ele então teve que assistir com frustração quando o companheiro de equipe Russell conquistou um sensacional terceiro lugar depois de mudar para slicks no final do Q3.

"Obviamente, ver o que ele fez mostra o que potencialmente poderia ter acontecido", disse o canadense. "Por algum motivo, eu estava voando na primeira parte."

Nicholas Latifi, Williams FW43B

Nicholas Latifi, Williams FW43B

Photo by: Charles Coates / Motorsport Images

"Acertei um tempo de volta no meio da sessão quando a pista ainda estava molhada que era P6 até o momento, e ainda bom o suficiente para ficar no top 10 quando todos os outros estavam melhorando no final do asfalto seco."

"Eu me senti rápido e teria sido bom ver o que poderíamos ter feito. Se eu fizesse meu trabalho, o Q3 viria com facilidade. Ao estar nessa posição, você não tem nada a perder, então pode assumir os riscos."

"Às vezes é assim. É frustrante com certeza, mas isso é corrida e tenho certeza que teremos mais oportunidades, porque o ritmo é consistente agora. Então, se estivermos regularmente lá, tiraremos vantagem uma vez ou outra."

Latifi, que foi recentemente confirmado pela Williams para 2022, tem mostrado uma forma cada vez melhor à medida que sua segunda temporada na F1 se desenrola.

"O principal é a regularidade, porque mesmo no ano passado houve períodos ou momentos em que o ritmo podia aparecer, e agora é mais constante, o que definitivamente traz confiança. Tem sido bom estar no pelotão nessas corridas e, como disse, se continuar a fazer o meu trabalho corretamente, haverá mais oportunidades como essa."

F1: Muito além do “CALA A BOCA!” Saiba como NORRIS não fez MOLECAGEM ao ficar na pista e PERDER GP

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #133: O que poderia ser melhorado no documentário sobre Schumacher?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 - Alonso elogia Alpine competitiva em Sochi, mas lamenta perda de pódio: "Nunca temos sorte"

Artigo anterior

F1 - Alonso elogia Alpine competitiva em Sochi, mas lamenta perda de pódio: "Nunca temos sorte"

Próximo artigo

F1 confirma estreia do GP do Catar na temporada 2021; etapa será realizada em novembro

F1 confirma estreia do GP do Catar na temporada 2021; etapa será realizada em novembro
Carregar comentários