F1 - Pérez: "Incidentes com Mazepin e Norris custaram sexto lugar"

Mexicano largou dos boxes no GP da Holanda e terminou na oitava colocação, mas acredita que resultado poderia ter sido melhor

F1 - Pérez: "Incidentes com Mazepin e Norris custaram sexto lugar"

Sergio Pérez acredita que as disputas com Nikita Mazepin e Lando Norris custaram a ele um possível sexto lugar no GP da Holanda de Fórmula 1 do último domingo (5). O mexicano foi eliminado no Q1 do treino classificatório em Zandvoort após não conseguir uma volta rápida na sessão e, com isso, Red Bull aproveitou para instalar uma nova unidade de potência em seu carro, o que o fez largar dos boxes.

O piloto arrancou um oitavo lugar ao fazer longo stint com pneus macios e ultrapassou Daniel Ricciardo, Norris e Esteban Ocon para chegar à zona de pontuação. No entanto, foi forçado a um pit stop por ter travado seus pneus ao tentar passar o russo da Haas, mudou para médios após apenas oito voltas e ainda teve um toque com o britânico da Mclaren ao tentar passar pelo lado de fora na Curva 1.

Leia também:

Enquanto Pérez sentiu que a Red Bull "conseguiu minimizar os danos" após seu revés na qualificação, ele acreditava que um resultado final entre os seis primeiros estaria nas mãos sem os dois incidentes.

"Nossa corrida foi realmente muito complicada" comentou o mexicano. "Perdi meus pneus com Nikita no começo. Ele moveu-se muito tarde na frenagem e, para evitá-lo, travei as rodas. Tive que ir aos boxes e basicamente começar a prova de novo, acho que isso nos custou uma provável P6."

"Também acho que o toque com Lando nos prejudicou. Tirando isso, foi uma corrida honesta. O ponto positivo é, obviamente, que Max [Verstappen] venceu a corrida pela equipe e temos nosso novo motor, então estaremos bem para o resto do ano."

Checo sentiu que não tinha "para onde ir" graças à mudança de direção Norris na Curva 1 e a chamou de "desnecessária", mas o piloto da McLaren deixou claro que não estava disposto a simplesmente desistir da posição sem lutar.

"Eu não vou facilitar a vida dele, sabe?", disse o britânico. "Acho que podemos ficar felizes em correr contra Sergio. Ele está em uma Red Bull, o carro mais rápido. Não importa se estamos competindo contra Max, Lewis [Hamilton] ou quem quer que esteja na pista, você tem que tratá-los da mesma forma."

“Não vou dar vida fácil porque quero esses pontos tanto quanto ele. Então sim, eu tentei e o apertei um pouco, mas não o forcei a sair da pista ou algo do tipo, então nós dois disputamos muito um contra o outro."

"Ele recuou um pouco na Curva 1 e eu simplesmente não queria dar a ele muito espaço, só o suficiente. Ele ainda conseguiu passar e nenhum de nós bateu."

O chefe da Red Bull, Christian Horner, elogiou Pérez por uma recuperação "fantástica": "Ele foi o único cara que eu pude ver realmente ultrapassando."

"Voltou aos pontos e marcou alguns importantes para nós hoje. Foi uma corrida muito forte dele."

F1 2021: Verstappen vence QUEDA DE BRAÇO com Hamilton em BRIGA ESTRATÉGICA na Holanda; veja debate

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: GP da Bélgica foi o maior fiasco da história da F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Brawn ficou "surpreso" ao ver que Mercedes não arriscou terceira parada na Holanda para bater Verstappen

Artigo anterior

F1: Brawn ficou "surpreso" ao ver que Mercedes não arriscou terceira parada na Holanda para bater Verstappen

Próximo artigo

F1 - Rosberg acredita que Norris errou em disputa com Pérez na Holanda: "Não foi muito justo"

F1 - Rosberg acredita que Norris errou em disputa com Pérez na Holanda: "Não foi muito justo"
Carregar comentários