F1: Verstappen "não tem interesse" em se envolver nas conversas sobre a batida de Silverstone

Holandês disse que está fisicamente pronto para o retorno após participar das 24 Horas Virtuais de Spa no último fim de semana

F1: Verstappen "não tem interesse" em se envolver nas conversas sobre a batida de Silverstone

Desde o GP da Grã-Bretanha, a história que vem dominando o noticiário da Fórmula 1 é a batida entre Max Verstappen e Lewis Hamilton em Silverstone. Mas o holandês afirma que "não está interessado" em se envolver nas discussões contínuas sobre o incidente com o rival.

Verstappen e Hamilton bateram em alta velocidade enquanto lutavam pela liderança na volta de abertura do GP, resultando em uma batida de 51G para o holandês na Copse. O piloto da Mercedes foi julgado culpado e recebeu uma punição de 10s, mas se recuperou para vencer, cortando a distância de Verstappen na liderança.

Leia também:

O incidente levou a uma resposta furiosa do chefe da Red Bull, Christian Horner, que chamou o movimento de Hamilton de "desesperado" e "amador", e criticou a decisão da Mercedes de celebrar a vitória enquanto Verstappen passava por exames no hospital.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, acredita que a Red Bull foi longe demais em seus comentários, mas Horner manteve as críticas, e confirmou que a equipe explorava ações. A FIA confirmou na terça que a equipe protocolou um pedido de revisão, com audiência marcada para esta quinta (29) na Hungria.

Mas em meio a toda a repercussão sobre o incidente, Verstappen disse na prévia da Red Bull para a Hungria que não tem interesse em dizer qualquer coisa sobre o assunto.

"Não tenho muito a dizer sobre toda a movimentação da imprensa e, para ser honesto, não tenho interesse em me envolver em nada disso", disse Verstappen.

"Eu sei o que aconteceu em Silverstone porque estava no carro e, obviamente, sinto alguma coisa sobre o modo como a corrida acabou, mas agora estou apenas focando em garantir que estejamos o melhor possível para pista para nos mantermos à frente no campeonato".

"A equipe pode tomar conta do lado oficial das coisas e qualquer coisa que precisa ser cuidada sobre a batida, mas o meu trabalho é o mesmo de sempre: ser o melhor possível e buscar a vitória no domingo".

Após o acidente, Verstappen ficou com dores e machucados por conta da força do impacto, e foi levado ao hospital ainda durante a corrida para exames de precaução, sendo liberado algumas horas depois.

O holandês se preparou para o retorno ao cockpit na Hungria competindo em uma corrida virtual no último fim de semana, as 24 Horas Virtuais de Spa no iRacing, e publicou nos últimos dias fotos de seus treinamentos nas redes sociais.

"Estou um pouco dolorido logicamente, é normal após um impacto de tal magnitude, mas estou treinando e me sinto bem. Fiz uma corrida virtual de 24 horas esta semana e foi um bom teste para ver como meu corpo reagiria a passar tempo sentado em uma posição e na frente das telas por muito tempo".

"Me sinto absolutamente bem, o que me deixa positivo para o fim de semana. Estou definitivamente pronto para ir novamente".

MARIANA BECKER: F1 na Globo estava LIMITADA e gerava FRUSTRAÇÃO; categoria está FELIZ com a BAND

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #121 - Como Verstappen se encaixa entre rivais históricos de Hamilton?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Button vê conversa entre Verstappen e Hamilton como “importante”

Artigo anterior

F1: Button vê conversa entre Verstappen e Hamilton como “importante”

Próximo artigo

F1: Russell afirma que ida para Red Bull está "fora de cogitação"

F1: Russell afirma que ida para Red Bull está "fora de cogitação"
Carregar comentários