Hamilton pede desculpas a Albon e pode ser punido no GP do Brasil

Piloto britânico da Mercedes bateu em Albon no fim da corrida e terá que se explicar aos comissários

Hamilton pede desculpas a Albon e pode ser punido no GP do Brasil

Lewis Hamilton atacava Alex Albon para chegar em segundo no GP do Brasil de Fórmula 1, mas acabou batendo no tailandês da Red Bull e fez com que o novato caísse para o fim do grid em Interlagos. O britânico da Mercedes terminou em terceiro, mas terá de se explicar aos comissários.

A direção de prova disse que o incidente seria investigado após a corrida e Hamilton foi convocado para ver os comissários às 16h45, horário local. A batida aconteceu nos estágios finais da prova em São Paulo, após safety car.

Leia também:

"Peço desculpas a Albon. Foi completamente minha culpa. Eu corri muitos riscos hoje. Arriscamos tudo", admitiu o hexacampeão, que fez um pit stop antes da saída do safety car para buscar a vitória em Interlagos.

Na relargada, Hamilton passou Gasly e foi para cima de Albon, que estava atrás de Verstappen. Com a batida entre o tailandês e o britânico, o francês da Toro Rosso chegou em segundo, atrás do ex-companheiro holandês.

O rendimento de Gasly rendeu elogios de Hamilton. "Ele fez um ótimo trabalho. Foi muito justo com a forma como posicionou o carro", disse o hexacampeão, que também disse que "não tinha o que fazer" para alcançar Verstappen.

compartilhar
comentários
Veja como foi o GP do Brasil de Fórmula 1

Artigo anterior

Veja como foi o GP do Brasil de Fórmula 1

Próximo artigo

Verstappen vence GP do Brasil marcado por batida entre Ferraris

Verstappen vence GP do Brasil marcado por batida entre Ferraris
Carregar comentários