MotoGP - Rossi dá pistas de onde correrá: "Gosto das 24 horas de Le Mans"

Doutor afirma que deseja pilotar carros após aposentadoria das motos definida para o fim do ano; italiano já disputou rali e endurance

MotoGP - Rossi dá pistas de onde correrá: "Gosto das 24 horas de Le Mans"

Valentino Rossi anunciou aposentadoria da MotoGP ao final de 2021 nesta quinta-feira (5), em coletiva extraordinária no Red Bull Ring antes do início dos trabalhos da etapa da Estíria. No entanto, não abandonará o automobilismo: o Doutor correrá com carros, mas ainda não definiu em que categoria.

"Olá a todos. Como disse, eu tomo a decisão ligada ao meu futuro. Tinha me dado um momento na primeira parte do campeonato e decidi me aposentar no fim do ano, mas não vou deixar de ser piloto." Foi assim que o italiano anunciou a sua saída do mundial, sem querer pendurar o capacete.

Leia também:

O veículo com o qual continuará na ativa terá quatro rodas: "O que está no meu futuro? Gosto muito de correr com carros", declarou durante a conferência de imprensa em que anunciou a sua despedida. "Gosto um pouco menos do que de motos, mas acho que vou para lá."

O heptacampeão afirmou que ainda não tem nada de concreto nas mãos e que não tem ideia do modelo que vai correr e nem da categoria: "Ainda não está nada definido, mas me sinto um piloto. Não vou correr no mesmo nível, mas continuarei a ser automobilista."

"Comecei com karts e sempre adorei correr de carro. Meu pai (Graziano Rossi) tinha medo de moto, achava que em quatro rodas era mais seguro. Quando tinha três anos experimentei minibikes. Depois escolhi as motocicletas e fui bem. Não sei se teria conseguido os mesmos resultados em outra divisão."

"Não corro só para me divertir. Se você é piloto, também quer bons resultados. Hoje, não sei onde vou disputar. Gostaria de participar das 24 Horas de Le Mans, mas há muitos eventos no mundo e acho que posso me divertir", acrescentou.

Sentar em carros de corrida certamente não será novidade para Rossi: sua estreia como profissional no esporte a motor de quatro rodas foi em 2002, quando competiu no WRC ao volante de um Peugeot 206. Fez a mesma coisa em 2006 com um Subaru Impreza e, em 2008, retornou ao campeonato em um Ford Focus. E não foi apenas no mundial da categoria, Valentino também já disputou várias edições do Monza Rally Show e ganhou sete vezes.

O período de 2004 a 2008, porém, foi muito importante, quando o Doutor fez vários testes ao volante de uma Ferrari na Fórmula 1 nas pistas de Fiorano, Mugello e Valência. Naqueles anos, o piloto chegou a pensar em deixar as motos para tentar a aventura na categoria máxima do automobilismo, mas decidiu ficar na MotoGP e conquistou mais por lá.

Em 2019, ele e Lewis Hamilton fizeram um evento em conjunto onde "trocaram" seus veículos. O italiano andou com a Mercedes do britânico, enquanto o mesmo guiava sua Yamaha.

Ainda em 2019 e em 2020, Rossi participou das 12 Horas do Golfo com uma Ferrari 488 GT3 junto ao seu irmão Luca Marini e seu amigo Alessio "Uccio" Salucci. Em ambas as corridas, venceu na divisão.

URGENTE! VALENTINO ROSSI confirma APOSENTADORIA da MOTOGP ao final de 2021; relembre trajetória

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: A primeira metade do campeonato da F1 foi a mais incrível dos últimos anos?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
MotoGP: Entenda, em números, a grandeza de Rossi no motociclismo

Artigo anterior

MotoGP: Entenda, em números, a grandeza de Rossi no motociclismo

Próximo artigo

MotoGP: Valentino Rossi acredita que merecia décimo título mundial

MotoGP: Valentino Rossi acredita que merecia décimo título mundial
Carregar comentários