Para Dovizioso, Ducati ainda não tem "pacote perfeito"

Italiano acredita que será complicado para Desmosedici GP16 lutar pela vitória em todas as corridas até o fim do ano

Para Dovizioso, Ducati ainda não tem "pacote perfeito"
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Podium: second place Andrea Dovizioso, Ducati Team
Second place Andrea Dovizioso, Ducati Team
Winner Andrea Iannone, Ducati Team, second place Andrea Dovizioso, Ducati Team and Gigi Dall'Igna, Ducati Team General Manager
Winner Andrea Iannone, Ducati Team and second place Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team and Andrea Iannone, Ducati Team
Andrea Iannone, Ducati Team

Apesar da dobradinha da Ducati no GP da Áustria da MotoGP na última semana, Andrea Dovizioso não acredita que o time poderá estar disputando todas as vitórias até o fim do ano. Segundo ele, a moto ainda não é consistente em todos os tipos de traçado.  

"Sabemos que ainda não estamos completos e não somos bons em todas as áreas", disse Dovizioso. "Acho que a Yamaha é mais equilibrada em todos os pontos. É mais fácil para eles serem rápidos em todas as provas.”

"Os concorrentes são muito fortes. Por exemplo, a Honda não é a melhor moto este ano, mas Márquez tem feito a diferença. Para vencê-los é difícil.”

"Eu estou focado no desenvolvimento, estamos a pensando também sobre o futuro. Você tem que ser bom em todas as áreas, mas para lutar pelo campeonato você tem que ser bom em 18 corridas.”

"Ainda não estamos competitivos em todas as pistas. Até você ser bom em todas as áreas, é impossível lutar pelo campeonato."

Motegi é a próxima boa pista para a Ducati

Em termos de especificações, Dovizioso disse que o GP do Japão em outubro será a próxima grande aposta da Ducati, mas ainda acredita que a pista de Brno neste fim de semana ofereça uma boa chance de ganhar.

"Motegi é talvez uma das melhores pistas para nós, mas acredito que aqui pode ser bom e eu acho que vamos ser competitivos em outros lugares. Vejo o futuro de uma maneira melhor.”

"Estou muito confiante de ser competitivo também nesta pista. Com certeza para nós será um pouco mais difícil do que a Áustria, mas acredito que podemos estar muito perto da luta. Eu lutei pela vitória em três situações diferentes nas últimas três corridas."

Refletindo sobre sua derrota para Iannone no último domingo, Dovizioso continuou a lamentar sua falta de aderência em relação ao seu companheiro de equipe no final.

"Eu estava no controle da corrida até as últimas seis voltas", acrescentou.

"Infelizmente, quando começamos a dar 100%, eu não tinha a mesma aderência nas curvas. Ele fez uma corrida inteligente, ele conseguiu poupar o consumo do pneu traseiro.”

compartilhar
comentários
Lorenzo mira em repetir domínio de 2015 em Brno

Artigo anterior

Lorenzo mira em repetir domínio de 2015 em Brno

Próximo artigo

Aleix Espargaró é liberado para Brno, mas Honda veta Miller

Aleix Espargaró é liberado para Brno, mas Honda veta Miller
Carregar comentários