35 anos sem Gilles: relembre momentos marcantes da lenda

Há 35 anos, a F1 perdia um de seus pilotos mais folclóricos. Gilles Villeneuve faleceu em um acidente durante os treinos para o GP da Bélgica de 1982, e entrou para a história como uma das maiores lendas que já guiaram um carro de corrida.

35 anos sem Gilles: relembre momentos marcantes da lenda
Carregar reprodutor de áudio

Ao todo, Villeneuve conquistou seis vitórias e teve como ponto alto o vice-campeonato de 1979, quando acabou derrotado por Jody Scheckter, seu companheiro de equipe na Ferrari. No entanto, mesmo com os números discretos, o canadense fez história com momentos marcantes dentro das pistas. Relembre!

35 anos sem Gilles Villeneuve
35 anos sem Gilles Villeneuve
1/12
Villeneuve perdeu sua vida de maneira trágica nas pistas em um acidente nos treinos para GP da Bélgica de 1982. O legado que ficou foi uma atitude agressiva ao volante, o que cativou a Ferrari e seus milhões de seguidores.

Foto de: LAT Images

Briga ferrenha
Briga ferrenha
2/12
Foi um dos duelos mais marcantes de todos os tempos. No GP da França de 1979, Villeneuve protagonizou uma briga ferrenha com René Arnoux pela segunda posição, atrás de Jean-Pierre Jabouille. Após curvas de disputa mano a mano, Gilles levou a melhor.

Foto de: Renault

Briga ferrenha
Briga ferrenha
3/12
Foi um dos duelos mais marcantes de todos os tempos. No GP da França de 1979, Villeneuve protagonizou uma briga ferrenha com René Arnoux pela segunda posição, atrás de Jean-Pierre Jabouille. Após curvas de disputa mano a mano, Gilles levou a melhor.

Foto de: Renault

Correndo em três rodas
Correndo em três rodas
4/12
O episódio do GP da Holanda de 1979 mostra bem como funcionava a mente de Gilles. Ao sofrer um furo de pneu, o canadense tentou de tudo para levar seu carro aos boxes, o que inclusive provocou danos graves na suspensão de sua Ferrari. Porém, a imagem do piloto guiando com seu carro em destroços marcou.

Foto de: LAT Images

Correndo em três rodas
Correndo em três rodas
5/12
O episódio do GP da Holanda de 1979 mostra bem como funcionava a mente de Gilles. Ao sofrer um furo de pneu, o canadense tentou de tudo para levar seu carro aos boxes, o que inclusive provocou danos graves na suspensão de sua Ferrari. Porém, a imagem do piloto guiando com seu carro em destroços marcou.

Foto de: David Phipps

Quase lá
Quase lá
6/12
O ano de 79 foi o que viu Gilles chegar mais perto do topo. Com três vitórias, o canadense terminou a temporada com o vice-campeonato, atrás apenas de Jody Scheckter, seu parceiro na Ferrari.

Foto de: LAT Images

Correndo às cegas
Correndo às cegas
7/12
Outro momento marcante de Gilles veio em sua corrida de casa, em 1981. Com um problema na asa dianteira e sob forte chuva, o canadense contornava as curvas do circuito de Montreal com a visão obstruída, já que o aerofólio praticamente tampava praticamente toda a frente do cockpit.

Foto de: Jean-Claude Loustau

Vitória por pouco
Vitória por pouco
8/12
A última vitória de Villeneuve, na Espanha-1981, teve grande pitada de brilho. O canadense, sofrendo com a falta de rendimento de sua Ferrari, segurou vários rivais por boa parte da prova. Ao fim, cruzou a linha em primeiro, com os 5 mais bem colocados separados por 1s2.

Foto de: LAT Images

Vitória por pouco
Vitória por pouco
9/12
A última vitória de Villeneuve, na Espanha-1981, teve grande pitada de brilho. O canadense, sofrendo com a falta de rendimento de sua Ferrari, segurou vários rivais por boa parte da prova. Ao fim, cruzou a linha em primeiro, com os 5 mais bem colocados separados por 1s2.

Foto de: International Press Agency

A mais marcante delas
A mais marcante delas
10/12
Mas foi justamente sua primeira vitória que foi uma das mais marcantes. Correndo em casa, Gilles superou vários adversários na pista e contou com o abandono de Jean-Pierre Jarier para triunfar diante da torcida.

Foto de: LAT Images

O saldo
O saldo
11/12
Em sua carreira precocemente interrompida, Gilles conquistou seis vitórias, marcou duas pole positions e teve 13 pódios.

Foto de: LAT Images

O legado
O legado
12/12
Gilles Villeneuve se tornou desde então um dos pilotos mais cultuados de toda a F1. Pai do campeão mundial de 1997, Jacques Villeneuve, o canadense batiza o circuito de Montreal, sede anual do GP do Canadá.

Foto de: XPB Images

compartilhar
comentários
Ferrari segue como equipe mais bem paga da F1; veja lista
Artigo anterior

Ferrari segue como equipe mais bem paga da F1; veja lista

Próximo artigo

Mercedes está com medo de nós, diz presidente da Ferrari

Mercedes está com medo de nós, diz presidente da Ferrari