Fórmula 1
03 jul
-
05 jul
Evento encerrado
10 jul
-
12 jul
Treino Livre 3 em
13 Horas
:
45 Minutos
:
23 Segundos
R
GP da Hungria
17 jul
-
19 jul
Próximo evento em
6 dias
31 jul
-
02 ago
Próximo evento em
20 dias
R
GP de 70º aniversário
07 ago
-
09 ago
Próximo evento em
27 dias
28 ago
-
30 ago
Próximo evento em
48 dias
04 set
-
06 set
Próximo evento em
55 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Canceled
25 set
-
27 set
Próximo evento em
76 dias
08 out
-
11 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
23 out
-
25 out
Próximo evento em
104 dias
R
GP do México
30 out
-
01 nov
Próximo evento em
111 dias
13 nov
-
15 nov
Próximo evento em
125 dias
R
GP de Abu Dhabi
27 nov
-
29 nov
Próximo evento em
139 dias

6º, Vettel diz não saber “o que aconteceu” na classificação

compartilhar
comentários
6º, Vettel diz não saber “o que aconteceu” na classificação
Por:
14 de mai de 2016 15:09

Alemão, superado por Kimi Räikkönen no treino que definiu o grid de largada para prova na Catalunha, afirma que não sabe os motivos que levaram a Ferrari a ser derrotada pela Red Bull após time italiano andar bem nos treinos livres

Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H
Sebastian Vettel, Scuderia Ferrari

Neste sábado (14), Sebastian Vettel e a Ferrari decepcionaram no treino classificatório para o GP da Espanha. Forte nos treinos livres - chegando até a liderar a primeira sessão - o time não foi além do quinto e sexto lugares no grid de largada, sendo superado pela Red Bull.

Vettel, que foi superado por Kimi Räikkönen e fecha a terceira fila, disse não saber quais as razões que levaram a Ferrari a perder terreno, mas aposta na largada para ganhar posições e se recuperar.

"Creio que o carro deve ser bem mais veloz amanhã. Não sei o que aconteceu hoje. Estamos decepcionados, como equipe, pois não apresentamos aquilo do que somos capazes. No entanto, precisamos analisar e entender o que aconteceu", disse.

“Ainda temos a largada e a corrida é longa. Claro que a primeira volta é importante aqui, mas depois há toda a prova pela frente. Tentarei terminar melhor do que começarei, vamos ver o que conseguiremos fazer amanhã", afirmou.

"A corrida é uma história totalmente diferente, sabemos que nosso carro é forte. Precisamos apenas nos certificar de estarmos no caminho certo", observou.

Sem pressão de Marchionne

Vettel disse ainda que a equipe não sente nenhuma pressão extra pelo fato de o presidente da Ferrari, Sergio Marchionne, ter afirmado que a equipe tem como objetivo vencer na temporada 2016 da F1.

“Não ficamos lendo tudo que sai nos jornais. Conversamos com ele internamente, não ficamos sabendo das coisas somente pela mídia. Então isso não nos afeta como vocês imaginam", disse.

Questionado sobre o que Marchionne disse ao time, Vettel respondeu: "Nada neste sentido! Fato é que ele acompanhará a corrida amanhã com os dedos cruzados e desejando o melhor para nós. No fim das contas, ele é o nosso presidente - além de um fã - e quer ver a Ferrari na melhor forma possível. Todos temos metas ambiciosas, não precisamos de lembretes", completou.

Próximo artigo
Feliz em estar à frente das Ferraris, Ricciardo comemora 3º

Artigo anterior

Feliz em estar à frente das Ferraris, Ricciardo comemora 3º

Próximo artigo

Sobre ano sabático, Hamilton diz: "quem escreveu isso fumou"

Sobre ano sabático, Hamilton diz: "quem escreveu isso fumou"
Carregar comentários