Acionistas da Liberty Media aprovam plano de aquisição da F1

Novos proprietários da Fórmula 1 dão mais um passo em direção ao controle do campeonato ainda no início deste ano

Acionistas da Liberty Media aprovam plano de aquisição da F1
Chase Carey, presidente do Formula 1 Group
Chase Carey, Formula One Group Chairman with Bernie Ecclestone and Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal
Bernie Ecclestone
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB12, Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H
Carregar reprodutor de áudio

A Liberty Media, que já tinha 19,1% de participação na F1, deu mais um passo para tomar de fato o controle da categoria. No mês passado, a empresa revelou que havia levantado mais de 1,55 bilhões de dólares (R$ 4,97 bi) de investidores para ajudar a aumentar a parcela de sua participação nos direitos do campeonato.

Nesta terça, após uma reunião de acionistas no Colorado, foi divulgado um comunicado: "Os titulares de ações com direito a voto aprovaram uma proposta relativa à emissão de ações ordinárias da Liberty Media em conexão com uma proposta relativa à adoção da alteração e retificação do certificado atualizado da Liberty Media para efetuar a mudança de nome do ‘Media Group’ e do ‘Liberty Media Common Stock’ para o ‘Formula 1 Group’ e para ‘Liberty Formula One Common Stock’, respectivamente."

A aquisição da F1 permanece condicionada à aprovação da FIA – órgão dirigente da Fórmula 1. A FIA convocou uma reunião extraordinária do Conselho Mundial de Automobilismo para esta quarta-feira (18).

Esta reunião provavelmente será marcada pela oficialização do aval da FIA para a aquisição da Liberty. A aquisição da empresa americana deverá ser finalizada antes do final do primeiro trimestre de 2017.

compartilhar
comentários
McLaren deverá ter grande mudança de pintura para 2017
Artigo anterior

McLaren deverá ter grande mudança de pintura para 2017

Próximo artigo

Brundle: saída de Rosberg pode deixar cicatrizes na Mercedes

Brundle: saída de Rosberg pode deixar cicatrizes na Mercedes
Carregar comentários