Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
43 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
50 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
64 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
78 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
92 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
99 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
113 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
127 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
134 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
148 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
155 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
169 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
183 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
211 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
218 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
232 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
239 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
253 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
267 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
274 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
288 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
302 dias

Acionistas de empresa de energético culpam indivíduo 'desonesto' por tweet sobre a Haas

compartilhar
comentários
Acionistas de empresa de energético culpam indivíduo 'desonesto' por tweet sobre a Haas
Por:
11 de jul de 2019 15:22

Acionistas da Rich Energy disseram que pretendem demitir responsável pelo tweet que anunciou fim de parceria com o time da F1

O tweet na conta oficial da Rich Energy dizendo que o contrato com a Haas estava encerrado por conta de performances ruins, além da politicagem da Fórmula 1, na última quarta-feira, talvez não traduza a realidade.

Leia também:

A Haas confirmou, no entanto, que um acordo ainda estava em vigência entre as duas partes até o fim do ano.

Os acionistas da Rich Energy, empresa de energéticos, divulgaram um comunicado explicando o desentendimento.

"Nós acreditamos na Haas, na performance dela e na organização como um todo e estamos comprometidos a manter o acordo de patrocínio atual. Nós também acreditamos no produto da Fórmula 1 e a plataforma que ele oferece à nossa marca", diz o comunicado.

"Claramente, as ações desonestas de um indivíduo nos causaram constrangimento. Estamos no processo de excluir esse indivíduo de todas as suas responsabilidades executivas. Elas podem falar por si só, mas não representam a visão da empresa", completou.

O comunicado ainda diz que o tweet do fim do acordo foi um "arrependimento" e que veio de uma "fonte não autorizada".

Segundo o Motorsport.com, o tweet veio ou foi autorizado pelo CEO da empresa de energéticos, William Storey.

A marca estampará seu logo nos carros da Haas neste fim de semana, no GP da Grã-Bretanha.

Próximo artigo
Novo chefe da McLaren vai mudar o modelo administrativo da equipe

Artigo anterior

Novo chefe da McLaren vai mudar o modelo administrativo da equipe

Próximo artigo

GALERIA: Veja as atualizações aerodinâmicas para o GP da Grã-Bretanha de F1

GALERIA: Veja as atualizações aerodinâmicas para o GP da Grã-Bretanha de F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Haas F1 Team
Autor Valentin Khorounzhiy