Análise técnica de Giorgio Piola
Assunto

Análise técnica de Giorgio Piola

Análise técnica: Como a McLaren se recuperou em 2019

compartilhar
comentários
Análise técnica: Como a McLaren se recuperou em 2019
Por:
, Especialista
Co-autor: Matthew Somerfield

Giorgio Piola oferece uma visão do desenvolvimento das equipes ao longo da temporada. Na galeria de hoje, o ano da McLaren

Com os piores dias com a Honda no retrovisor, a McLaren se mostrou uma equipe muito melhor com motor Renault, no que resultou em ser a ‘melhor do resto’ atrás das três grandes equipes, Mercedes, Ferrari e Red Bull.

Carlos Sainz Jr. conquistou seu primeiro pódio de F1 (e o primeiro da equipe desde 2014) no GP do Brasil e seguiu em sexto lugar no campeonato de pilotos em Abu Dhabi.

Leia também:

Desenvolvimentos constantes permitiram que o chassi atingisse todo o seu potencial ao longo do ano, enquanto a mudança nas especificações dos pneus Pirelli também parecia ter ajudado em termos de desempenho do carro.

McLaren MCL34

McLaren MCL34
1/7

Foto de: Giorgio Piola

A McLaren olhou para o chão no início de 2019, introduzindo uma nova configuração de bargeboard no GP do Bahrein. As alterações incluíram a placa-base cortada (seta vermelha, linha pontilhada), um pré-bargeboard revisado com ranhuras verticais adicionais (seta branca) e uma nova extensão do separador (seta azul).

McLaren

McLaren
2/7

Foto de: Giorgio Piola

A McLaren usou uma configuração de câmera de infravermelho mais expansiva durante as sessões de treinos livres em 2019, pois procurava reunir dados extras sobre pneus que lhes dariam uma vantagem sobre os rivais.

McLaren MCL34 front wing comparison

McLaren MCL34 front wing comparison
3/7

Foto de: Giorgio Piola

Uma nova montagem da asa dianteira no GP da Espanha apresentou mudanças sutis, mas tendo começado de maneira decente com o design original, ela simplesmente queria ajustar o que já tinha. O novo design (acima) viu a curvatura da borda principal alterada. Isso, por sua vez, alterou a exposição das estrias embaixo e como ambas influenciavam o desempenho da asa. A curvatura dos também foi alterada, juntamente com a posição e orientação do ajustador, alterando a distribuição entre downforce e gerenciamento de fluxo. Você também notou que eles tiraram o pod da câmera da aba, colocando-o na borda da placa terminal.

McLaren com flo-viz

McLaren com flo-viz
4/7

Foto de: Giorgio Piola

O MCL34 é visto aqui com tinta flo-viz pulverizada sobre o carro durante uma sessão de treinos Livres para o GP da Espanha, enquanto a equipe procura por sinais de que o pacote de atualização estivesse funcionando conforme o esperado. Também serve como uma boa ilustração de quanto o ar é trabalhado pelo carro.

McLaren MCL34

McLaren MCL34
5/7

Foto de: Giorgio Piola

Uma atualização do conjunto de defletores chegou a tempo do GP da Grã-Bretanha, pois procurava melhorar a consistência do fluxo ao longo do flanco do carro.

McLaren MCL33

McLaren MCL33
6/7

Foto de: Giorgio Piola

O design da suspensão dianteira foi uma área essencial para ganhos de desempenho ao longo de 2019, com as equipes corrigindo o efeito aerodinâmico que as novas regras tiveram, combinadas com os pneus introduzidos pela Pirelli. A McLaren analisou várias soluções ao longo da fase inicial da temporada para obter o melhor da haste agora em voga em soluções que permeiam o grid.

McLaren MCL34

McLaren MCL34
7/7

Foto de: Giorgio Piola

No GP da Rússia, a equipe testou outra nova suspensão dianteira e solução vertical - usando uma extensão para o braço superior na extremidade externa. Isso pode ser uma indicação precoce da direção que a equipe pode tomar em 2020.
Albon diz que se sentiu "de volta à estaca zero" após promoção na Red Bull

Artigo anterior

Albon diz que se sentiu "de volta à estaca zero" após promoção na Red Bull

Próximo artigo

Verstappen: Inconsistência dos comissários da F1 é como a de árbitros de futebol

Verstappen: Inconsistência dos comissários da F1 é como a de árbitros de futebol
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes McLaren
Autor Giorgio Piola