Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
59 dias
06 mai
Próximo evento em
101 dias
20 mai
Próximo evento em
115 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
129 dias
10 jun
Próximo evento em
136 dias
24 jun
Próximo evento em
150 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
157 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
171 dias
29 jul
Próximo evento em
185 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
213 dias
02 set
Próximo evento em
220 dias
09 set
Próximo evento em
227 dias
23 set
Próximo evento em
241 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
248 dias
07 out
Próximo evento em
255 dias
21 out
Próximo evento em
269 dias
28 out
Próximo evento em
276 dias
05 nov
Próximo evento em
284 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
297 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
312 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
321 dias

Balanço de meio de ano da F1: Haas e o ano de consolidação

compartilhar
comentários
Balanço de meio de ano da F1: Haas e o ano de consolidação

Depois de uma estreia sólida no ano passado, a Haas passa por momento de estabilização de seu projeto na F1. Relembre como foi a primeira metade de 2017 do time americano

A Haas viveria um grande desafio em 2017: mostrar que sua segunda temporada na F1 poderia ser, no mínimo, tão forte quanto a primeira.

A Haas viveria um grande desafio em 2017: mostrar que sua segunda temporada na F1 poderia ser, no mínimo, tão forte quanto a primeira.
1/11

Foto de: XPB Images

Para isso, a equipe seguiu apostando na parceria técnica com a Ferrari e na liderança de Romain Grosjean, piloto que já havia conduzido a Haas a bons resultados em 2017.

Para isso, a equipe seguiu apostando na parceria técnica com a Ferrari e na liderança de Romain Grosjean, piloto que já havia conduzido a Haas a bons resultados em 2017.
2/11

Foto de: Haas F1 Team

A novidade veio no outro cockpit: saiu Esteban Gutiérrez, entrou Kevin Magnussen. Com dois pilotos capazes de pontuar, a expectativa da Haas era de crescer.

A novidade veio no outro cockpit: saiu Esteban Gutiérrez, entrou Kevin Magnussen. Com dois pilotos capazes de pontuar, a expectativa da Haas era de crescer.
3/11

Foto de: Haas F1 Team

Houve até uma troca de cores: a partir do GP de Mônaco, a equipe passou a usar uma pintura mais voltada ao cinza em seus carros.

Houve até uma troca de cores: a partir do GP de Mônaco, a equipe passou a usar uma pintura mais voltada ao cinza em seus carros.
4/11

Foto de: Sutton Motorsport Images

O VF-17 mostrou velocidade: Grosjean foi ao Q3 na Austrália (6º), Bahrein (9º), Mônaco (8º), Áustria (7º) e Inglaterra (10º).

O VF-17 mostrou velocidade: Grosjean foi ao Q3 na Austrália (6º), Bahrein (9º), Mônaco (8º), Áustria (7º) e Inglaterra (10º).
5/11

Foto de: LAT Images

Porém, havia alguns velhos problemas a serem solucionados. Grosjean seguiu se desentendendo com os freios de seu carro, o que é uma situação recorrente desde o ano passado.

Porém, havia alguns velhos problemas a serem solucionados. Grosjean seguiu se desentendendo com os freios de seu carro, o que é uma situação recorrente desde o ano passado.
6/11

Foto de: LAT Images

Já Magnussen oscilou bastante na primeira fase da temporada. Em algumas provas, foi amplamente ofuscado por Grosjean; em outros, fez corridas de destaque – como no Azerbaijão, quando chegou a andar em terceiro.

Já Magnussen oscilou bastante na primeira fase da temporada. Em algumas provas, foi amplamente ofuscado por Grosjean; em outros, fez corridas de destaque – como no Azerbaijão, quando chegou a andar em terceiro.
7/11

Foto de: Steven Tee / Motorsport Images

Grosjean pontuou por cinco vezes: Bahrein (8º), Espanha (10º), Mônaco (8º), Canadá (10º) e Áustria (6º). Ele está em 13º no campeonato.

Grosjean pontuou por cinco vezes: Bahrein (8º), Espanha (10º), Mônaco (8º), Canadá (10º) e Áustria (6º). Ele está em 13º no campeonato.
8/11

Foto de: Sutton Motorsport Images

Magnussen pontuou por três vezes: China (8º), Mônaco (10º) e Azerbaijão (7º). O dinamarquês é 14º na tabela.

Magnussen pontuou por três vezes: China (8º), Mônaco (10º) e Azerbaijão (7º). O dinamarquês é 14º na tabela.
9/11

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

A Haas fecha a primeira fase do campeonato em 7º na tabela, com 29 pontos – o mesmo número do ano inteiro de 2016, mas uma posição à frente.

A Haas fecha a primeira fase do campeonato em 7º na tabela, com 29 pontos – o mesmo número do ano inteiro de 2016, mas uma posição à frente.
10/11

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

“Estabilidade” é a palavra chave para a Haas no momento. A equipe já se comprometeu com seus pilotos para 2018 e espera consolidar seu trabalho para permanecer em crescimento no ano que vem.

“Estabilidade” é a palavra chave para a Haas no momento. A equipe já se comprometeu com seus pilotos para 2018 e espera consolidar seu trabalho para permanecer em crescimento no ano que vem.
11/11

Foto de: LAT Images

Fisioterapeuta diz: “Kubica tem condições de voltar à F1”

Artigo anterior

Fisioterapeuta diz: “Kubica tem condições de voltar à F1”

Próximo artigo

Grosjean homenageia Nicky Hayden com capacete especial

Grosjean homenageia Nicky Hayden com capacete especial
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Romain Grosjean , Kevin Magnussen
Equipes Haas F1 Team