Fórmula 1
06 mai
Próximo evento em
65 dias
20 mai
Próximo evento em
79 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
93 dias
10 jun
Próximo evento em
100 dias
24 jun
Próximo evento em
114 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
121 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
135 dias
29 jul
Próximo evento em
149 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
177 dias
02 set
Próximo evento em
184 dias
09 set
Próximo evento em
191 dias
23 set
Próximo evento em
205 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
212 dias
07 out
Próximo evento em
219 dias
21 out
Próximo evento em
233 dias
28 out
Próximo evento em
240 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
276 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
285 dias

Balanço de meio de ano da F1: McLaren e seu calvário sem fim

Na segunda parte de nossa retrospectiva da primeira fase da temporada de 2017 da F1, relembramos o período de dificuldades da equipe de Woking

compartilhar
comentários
Balanço de meio de ano da F1: McLaren e seu calvário sem fim

A temporada de 2017 não está sendo das melhores para a McLaren. Sob nova direção, o time ocupa apenas a nona (e penúltima) posição no campeonato de construtores.

A temporada de 2017 não está sendo das melhores para a McLaren. Sob nova direção, o time ocupa apenas a nona (e penúltima) posição no campeonato de construtores.
1/13

Foto de: Joe Portlock / Motorsport Images

A mudança no regulamento técnico fez com que a McLaren iniciasse o campeonato com boas expectativas. A intenção era de, ao menos, mostrar um salto de qualidade em relação aos anos anteriores.

A mudança no regulamento técnico fez com que a McLaren iniciasse o campeonato com boas expectativas. A intenção era de, ao menos, mostrar um salto de qualidade em relação aos anos anteriores.
2/13

Foto de: LAT Images

Não foi o que aconteceu. Desde a pré-temporada o conjunto apresentava inúmeros problemas de confiabilidade e de performance, especialmente graças à unidade de potência da Honda.

Não foi o que aconteceu. Desde a pré-temporada o conjunto apresentava inúmeros problemas de confiabilidade e de performance, especialmente graças à unidade de potência da Honda.
3/13

Foto de: XPB Images

Mesmo assim, Fernando Alonso conseguia ter performances de destaque dadas as circunstâncias. O espanhol surpreendeu, por exemplo, quando colocou o carro no Q3 no GP da Espanha.

Mesmo assim, Fernando Alonso conseguia ter performances de destaque dadas as circunstâncias. O espanhol surpreendeu, por exemplo, quando colocou o carro no Q3 no GP da Espanha.
4/13

Foto de: LAT Images

Nas corridas, porém, a situação era crítica. O conjunto apresentava enormes dificuldades para completar os GPs, já que o motor Honda tinha inúmeras falhas.

Nas corridas, porém, a situação era crítica. O conjunto apresentava enormes dificuldades para completar os GPs, já que o motor Honda tinha inúmeras falhas.
5/13

Foto de: LAT Images

Diante deste cenário, Alonso decidiu buscar desafios novos: deixou de participar do GP de Mônaco para se aventurar nas 500 Milhas de Indianápolis.

Diante deste cenário, Alonso decidiu buscar desafios novos: deixou de participar do GP de Mônaco para se aventurar nas 500 Milhas de Indianápolis.
6/13

Foto de: Michael L. Levitt LAT Photo USA

Em seu lugar esteve Jenson Button, que fez aparição especial no principado. Porém, tendo de largar em último com problemas de motor, o inglês pouco pôde fazer.

Em seu lugar esteve Jenson Button, que fez aparição especial no principado. Porém, tendo de largar em último com problemas de motor, o inglês pouco pôde fazer.
7/13

Foto de: Andrew Hone / Motorsport Images

O primeiro sinal de alento veio no GP do Azerbaijão. Em corrida caótica, Alonso terminou em nono e marcou os primeiros pontos da equipe no ano.

O primeiro sinal de alento veio no GP do Azerbaijão. Em corrida caótica, Alonso terminou em nono e marcou os primeiros pontos da equipe no ano.
8/13

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

A Honda, então, começou a colocar em prática suas novidades, o que até melhorou o desempenho no geral. Em Silverstone, Stoffel Vandoorne chegou ao Q3 pela primeira vez.

A Honda, então, começou a colocar em prática suas novidades, o que até melhorou o desempenho no geral. Em Silverstone, Stoffel Vandoorne chegou ao Q3 pela primeira vez.
9/13

Foto de: Andrew Hone / Motorsport Images

Na Hungria, em um circuito que minimiza a deficiência do motor, a McLaren pontuou com seus dois carros: Alonso foi sexto e Vandoorne o décimo.

Na Hungria, em um circuito que minimiza a deficiência do motor, a McLaren pontuou com seus dois carros: Alonso foi sexto e Vandoorne o décimo.
10/13

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Com isso, a McLaren ultrapassou a Sauber no campeonato e fugiu da lanterna no geral.

Com isso, a McLaren ultrapassou a Sauber no campeonato e fugiu da lanterna no geral.
11/13

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

No entanto, a equipe tem metas claras para o segundo semestre: dar um salto de qualidade com a Honda e manter a taxa de crescimento.

No entanto, a equipe tem metas claras para o segundo semestre: dar um salto de qualidade com a Honda e manter a taxa de crescimento.
12/13

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

A equipe também luta nos bastidores para definir sua situação de motores para 2018, e, consequentemente, tentar persuadir Alonso a permanecer por mais um ano. Será que ela consegue?

A equipe também luta nos bastidores para definir sua situação de motores para 2018, e, consequentemente, tentar persuadir Alonso a permanecer por mais um ano. Será que ela consegue?
13/13

Foto de: Andrew Hone / Motorsport Images

VÍDEO: série mostra intimidade e carros históricos de Piquet

Artigo anterior

VÍDEO: série mostra intimidade e carros históricos de Piquet

Próximo artigo

Horner: problemas de túnel de vento atrasaram a Red Bull

Horner: problemas de túnel de vento atrasaram a Red Bull
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes McLaren