Fórmula 1
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
8 dias

Bottas vs Hamilton, novidades da Ferrari: O que está em jogo no GP da Espanha de F1

compartilhar
comentários
Bottas vs Hamilton, novidades da Ferrari: O que está em jogo no GP da Espanha de F1
Por:
, Repórter
8 de mai de 2019 21:30

Finlandês voltou à liderança e ameaça domínio do pentacampeão. Atualizações criam expectativa para Ferrari e equipes médias. Dúvidas: ultrapassagem e emoção

Neste fim de semana, a Fórmula 1 vai para sua quinta etapa da temporada 2019 no GP da Espanha. A prova marca a abertura do período europeu do calendário e os fãs estão na expectativa por maior competitividade em Barcelona. Foi lá que a Ferrari dominou a pré-temporada, embora a Mercedes tenha se aproximado no último dia de testes. Agora, a equipe alemã chega como dominante incontestável, após quatro dobradinhas. A escuderia italiana, porém, vem com atualizações no motor e busca retomar o ritmo do início do ano.

As atualizações também criam expectativa pela briga no pelotão intermediário, já que muitas equipes chegam com novidades - de diferentes tipos -  para a prova catalã. A batalha é vencida momentaneamente pela McLaren, que por enquanto é a 'melhor do resto' com a quarta posição no Mundial de Construtores. A ver o que reservam as brigas na Espanha. O circuito, porém, não tantos pontos de ultrapassagens, que são dúvida. Assim como as emoções, embora o histórico da pista seja bom. Com tudo isso em mente, o Motorsport.com Brasil elencou o que está em jogo e relembrou as curiosidades da etapa em galeria exclusiva no fim da matéria. Confira:

Leia também:


Hamilton vs Bottas

Valtteri Bottas, Mercedes AMG W10, and Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W10, arrive on the grid after Qualifying

Valtteri Bottas, Mercedes AMG W10, and Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W10, arrive on the grid after Qualifying

Photo by: Simon Galloway / Sutton Images

Primeiramente, perdoe-nos a redundância. A culpa não é nossa, e sim da Mercedes. Com amplo domínio em 2019, a competitividade na briga pela ponta se resume aos dois pilotos da atual pentacampeã de construtores. Com a vitória no GP do Azerbaijão, Valtteri Bottas voltou à liderança. Voltou, também, a ameaçar o domínio de Lewis Hamilton, que venceu no Bahrein e na China. Com o triunfo de Bottas na Austrália, o confronto está em 2 x 2. Vamos ver quem ganha em Barcelona.

Retomada da Ferrari

Sebastian Vettel, Ferrari SF90 and Sergio Perez, Racing Point RP19

Sebastian Vettel, Ferrari SF90 and Sergio Perez, Racing Point RP19

Photo by: Glenn Dunbar / LAT Images

Nova redundância. Desta vez, a culpa é a Ferrari. A equipe alterna altos e baixos em 2019, apesar de ter ficado atrás da rival em todas as corridas. Bem na pré-temporada, péssima na Austrália, dominante no Bahrein (teria a vitória não fosse o problema no motor de Charles Leclerc) e novamente inferior na China e no Azerbaijão. Agora, o time de Maranello terá nova especificação de motor. Se melhorar a confiabilidade, poderá tentar retomar a forma dos testes do começo do ano para superar a Mercedes, ainda favorita. A Red Bull corre por fora, também com novidades.

Disputa no pelotão intermediário

Lando Norris, McLaren MCL34, leads Daniil Kvyat, Toro Rosso STR14

Lando Norris, McLaren MCL34, leads Daniil Kvyat, Toro Rosso STR14

Photo by: Glenn Dunbar / LAT Images

A briga no meio campo já está concorridíssima. Em cada corrida do ano, um carro diferente atrás do top-3 (Mercedes, Ferrari e Red Bull). No saldo, melhor para a McLaren, que está um ponto à frente da Racing Point (18 a 17). E sempre há Kimi Raikkonen, consistente com a Alfa e compensando Antonio Giovinazzi. A Haas perdeu a boa forma depois da Austrália e enfrenta problemas com os pneus. Já a Toro Rosso continua discreta. Com as atualizações para a etapa espanhola, a disputa deve ficar ainda mais embolada. E a Williams deve ficar longe mais uma vez.

Poucas ultrapassagens

Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-19, leads Nico Hulkenberg, Renault R.S. 19

Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-19, leads Nico Hulkenberg, Renault R.S. 19

Photo by: Joe Portlock / LAT Images

Se a briga no pelotão intermediário deve ser bagunçada, talvez as ultrapassagens não colaborem tanto. Ou melhor: a falta delas. O circuito de Barcelona não tem tantos pontos favoráveis e o impacto da turbulência nos carros deve dificultar o trabalho dos pilotos, apesar das novas regras aerodinâmicas. Torcemos para estarmos errados, mas a pista é complicada e o aumento da temperatura em relação à pré-temporada deve atrapalhar o acerto dos carros.

Emoções?

Kimi Raikkonen, Ferrari with Thomas, a young fan

Kimi Raikkonen, Ferrari with Thomas, a young fan

Photo by: Ferrari

Será que teremos emoção no GP da Espanha? Os aspectos citados acima não permitem uma conclusão afirmativa, mas o histórico da corrida espanhola diz o contrário, como relembra o Motorsport.com Brasil na galeria abaixo, que também traz fatos sobre a etapa. Veja:

Galeria
Lista

Desde o início da Fórmula 1 o GP da Espanha já teve cinco sedes: Pedralbes, Jarama, Montjuïc, Jerez e Catalunha. Este último desde 1991.

Desde o início da Fórmula 1 o GP da Espanha já teve cinco sedes: Pedralbes, Jarama, Montjuïc, Jerez e Catalunha. Este último desde 1991.
1/11

Foto de: XPB Images

O circuito da Catalunha foi construído como parte do programa olímpico, que recebeu os jogos de 1992.

O circuito da Catalunha foi construído como parte do programa olímpico, que recebeu os jogos de 1992.
2/11

Foto de: XPB Images

No período em que a Catalunha recebe a F1, o pole position conseguiu converter a vantagem de largar à frente em vitória por 21 vezes.

No período em que a Catalunha recebe a F1, o pole position conseguiu converter a vantagem de largar à frente em vitória por 21 vezes.
3/11

Foto de: XPB Images

Foi no GP da Espanha de 1993 que pela única vez um pódio reuniu Alain Prost, Ayrton Senna e Michael Schumacher, somando ao todo 14 títulos mundiais.

Foi no GP da Espanha de 1993 que pela única vez um pódio reuniu Alain Prost, Ayrton Senna e Michael Schumacher, somando ao todo 14 títulos mundiais.
4/11

Foto de: Sutton Motorsport Images

Se o pole leva grande vantagem na Catalunha, Fernando Alonso pode se gabar de ser o vencedor a começar uma corrida mais distante: em 2013 ele triunfou largando da 5ª posição.

Se o pole leva grande vantagem na Catalunha, Fernando Alonso pode se gabar de ser o vencedor a começar uma corrida mais distante: em 2013 ele triunfou largando da 5ª posição.
5/11

Foto de: XPB Images

Em 2016, Max Verstappen se tornou o vencedor mais jovem da F1 no GP da Espanha com 18 anos e 228 dias.

Em 2016, Max Verstappen se tornou o vencedor mais jovem da F1 no GP da Espanha com 18 anos e 228 dias.
6/11

Foto de: XPB Images

Em 2001, Michael Schumacher venceu pela primeira vez pela Ferrari com motor V10, porém somente com 8 cilindros estavam funcionando em prova com chuva.

Em 2001, Michael Schumacher venceu pela primeira vez pela Ferrari com motor V10, porém somente com 8 cilindros estavam funcionando em prova com chuva.
7/11

Foto de: Ferrari Media Center

Nesta mesma corrida, Mika Hakkinen tentava ganhar pela quarta vez consecutiva, mas teve problemas mecânicos na última volta, quando liderava.

Nesta mesma corrida, Mika Hakkinen tentava ganhar pela quarta vez consecutiva, mas teve problemas mecânicos na última volta, quando liderava.
8/11

Foto de: DaimlerChrysler

Foi na Espanha que Pastor Maldonado conseguiu sua única vitória na F1. Detalhes: essa foi a última vitória da Williams na categoria, além de ser o último triunfo de um sul-americano.

Foi na Espanha que Pastor Maldonado conseguiu sua única vitória na F1. Detalhes: essa foi a última vitória da Williams na categoria, além de ser o último triunfo de um sul-americano.
9/11

Foto de: XPB Images

Em 2017, um menino foi flagrado chorando após ver que Kimi Raikkonen estava abandonando. O garoto Thomas (na foto) conheceu seu grande ídolo após a corrida.

Em 2017, um menino foi flagrado chorando após ver que Kimi Raikkonen estava abandonando. O garoto Thomas (na foto) conheceu seu grande ídolo após a corrida.
10/11

Foto de: Ferrari

Em 2018 o tempo da pole position de Lewis Hamilton também foi o recorde da pista, com 1min16s173

Em 2018 o tempo da pole position de Lewis Hamilton também foi o recorde da pista, com 1min16s173
11/11
Próximo artigo
Veja os horários da Fórmula 1 na Espanha neste fim de semana

Artigo anterior

Veja os horários da Fórmula 1 na Espanha neste fim de semana

Próximo artigo

Prefeitura de São Paulo diz que desconhece “obstáculo” para renovação de Interlagos

Prefeitura de São Paulo diz que desconhece “obstáculo” para renovação de Interlagos
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Autor Carlos Costa