Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
43 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
50 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
64 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
78 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
92 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
99 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
113 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
127 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
134 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
148 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
155 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
169 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
183 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
211 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
218 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
232 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
239 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
253 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
267 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
274 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
288 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
302 dias

Brawn: Hamilton mudou referência na F1 como Senna e Schumacher

compartilhar
comentários
Brawn: Hamilton mudou referência na F1 como Senna e Schumacher
Por:
Co-autor: Frankie Mao
30 de dez de 2018 15:40

Chefe esportivo da categoria compara impacto do britânico na temporada de 2018 com atuações de Senna e Schumacher

Lewis Hamilton alcançou um "nível surreal" em 2018, semelhante ao de Michael Schumacher e Ayrton Senna, que mudaram a "referência" dos pilotos de Fórmula 1, acredita Ross Brawn.

Hamilton conquistou seu quinto título mundial neste ano com uma temporada que contou com um desempenho de 11 vitórias em 21 corridas, apesar da melhora da Ferrari e, no final, da Red Bull.

Diretor esportivo da F1, Brawn crê que o ponto "excepcional" de Hamilton no ano foi em Singapura, onde era esperado que a Mercedes fosse ser o terceiro melhor carro e Hamilton superou fez a pole e ganhou.

"Às vezes você pega um piloto que acha o desempenho que você não espera", disse Brawn ao Motorsport.com. "Houve algumas ocasiões, particularmente em classificações, em que Lewis fez isso”.

"Ele tirava o fôlego das pessoas. Essas são as coisas que você olha e você simplesmente não sabe de onde vem o desempenho. Todo mundo acha que sabe qual é a referência e, de repente, o piloto faz algo que muda a referência.”

"Tive a sorte de ver isso às vezes com Michael Schumacher. Nós vimos isso com pilotos como Ayrton Senna também. E acho que vimos isso em algumas ocasiões com Lewis este ano. Essas são as coisas que você lembra, porque, como engenheiro, você quase não consegue descobrir de onde isso vem.”

"É como um nível surreal que eles alcançam e isso é sempre muito especial quando você vê."

Ayrton Senna, McLaren MP4/8 Ford leads Michael Schumacher, Benetton B192B Ford

Ayrton Senna, McLaren MP4/8 Ford leads Michael Schumacher, Benetton B192B Ford

Photo by: LAT Images

Cinco pilotos venceram as corridas em 2018, e embora Brawn estivesse cheio de elogios para Hamilton em particular, ele se disse satisfeito com uma temporada com um bom entretenimento em geral. Mas ele ainda repetiu mensagens anteriores de preocupação com o estado de competitividade na F1.

Ele disse: "tivemos uma temporada muito emocionante. Houve grandes batalhas na pista”.

"E nós tivemos uma performance excepcional de Lewis: a consistência que ele mostrou o ano inteiro. Ele não cometeu nenhum erro, ele foi relativamente paciente quando talvez ele não tinha o melhor carro.”

"Então, foi um ótimo ano. Minha única reserva é que ainda temos a situação em que seis carros são dominantes e os outros 14 carros estão muito atrás.”

"Temos que continuar trabalhando para encontrar uma solução que proporcione um desempenho mais completo em todo o grid."

Race start

Race start

Photo by: John Toscano / Sutton Images

Próximo artigo
Grosjean se diz orgulhoso de recuperação contra Magnussen

Artigo anterior

Grosjean se diz orgulhoso de recuperação contra Magnussen

Próximo artigo

Confiabilidade da Honda foi “completamente diferente” em 2018

Confiabilidade da Honda foi “completamente diferente” em 2018
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton Compre Agora
Equipes Mercedes Compre Agora
Autor Scott Mitchell