Chefe da Ferrari diz que jeito de Mick é similar ao de Michael Schumacher

compartilhar
comentários
Chefe da Ferrari diz que jeito de Mick é similar ao de Michael Schumacher
Por:
21 de abr de 2019 13:19

Mattia Binotto afirmou que a maneira como Mick Schumacher aborda seu trabalho o fez lembrar do pai do jovem piloto

Atual chefe da Ferrari, Mattia Binotto era “apenas” engenheiro de motores no primeiro teste de Michael Schumacher com a Ferrari, no final de 1995, e trabalhou ao lado do heptacampeão de F1 ao longo de sua carreira em Maranello.

Ele teve a chance de observar, o filho, Mick de perto desde que o campeão da F3 se tornou parte do programa de jovens pilotos da escuderia.

Leia também:

Mick Schumacher testou para a equipe pela primeira vez no Bahrein, no início deste mês, e por meio do programa ele também testou um dia com a Alfa Romeo.

"Foi a primeira vez que o vi depois de muitos anos, em Maranello. Olhei para ele e não achei que fosse parecido com Michael", disse Binotto.

“Mas a maneira como ele está se comportando é muito semelhante, e a maneira como ele abordou os exercícios, a maneira como ele está interessado no carro, discutindo com os técnicos. Mesmo em Maranello, estávamos cuidando dele, mas ele estava sempre na oficina olhando o carro, falando com os mecânicos. E acho que é um pouco parecido com o pai dele.”

Schumacher foi o segundo mais rápido, atrás de Max Verstappen no dia em correu com a Ferrari, e disse após o teste que ele estava positivamente surpreso com seu desempenho.

Binotto insistiu que o teste do Bahrein era simplesmente uma oportunidade para Schumacher se acostumar com a F1, e que a intenção não era julgar seu potencial.

“Para avaliar o desempenho, acho que é muito difícil, primeiro porque a condição do tempo estava muito ruim naquele dia, e porque no final acho que o objetivo não era realmente avaliar performance.”

“Foi o primeiro dia dele em um carro de F1, ainda está na fase de aprendizado, ele está enfrentando um desafio completamente novo em sua temporada de F2. E acho que o que certamente foi positivo foi a maneira como ele abordou os exercícios, a maneira como ele abordou o dia do teste, nunca chegando ao limite, tentando melhorar, aprendendo como o carro funciona, aprendendo com o time.”

“E acho que, a esse respeito, ele fez um bom trabalho, muito bem concentrado e tentou fazer o trabalho adequado e aprender. E eu acho que é mais do que você espera em um dia como esse.”

Mick Schumacher, Ferrari, pitboard

Mick Schumacher, Ferrari, pitboard

Photo by: Mark Sutton / Sutton Images

Próximo artigo
GALERIA: Os países que mais vezes conquistaram títulos da F1

Artigo anterior

GALERIA: Os países que mais vezes conquistaram títulos da F1

Próximo artigo

Vettel diz que próximas semanas serão decisivas para 2019 da Ferrari

Vettel diz que próximas semanas serão decisivas para 2019 da Ferrari
Carregar comentários
Seja o primeiro a receber as últimas notícias