Chefe da Red Bull admite que carro atual da Mercedes é o “mais completo” da era moderna

compartilhar
comentários
Chefe da Red Bull admite que carro atual da Mercedes é o “mais completo” da era moderna
Por:

Christian Horner disse que equipe alemã elevou o nível de eficiência para outro patamar, mas que ainda quer tentar diminuir diferença antes de 2022

O chefe da Red Bull, Christian Horner, disse que seu trabalho na Fórmula 1 foi dificultado pela Mercedes, ao produzir seu carro "mais completo" da era moderna neste ano.

Com a Mercedes em busca de sua sétima dobradinha consecutiva no título de pilotos e construtores nesta temporada, a Red Bull está tentando se recuperar após um início de temporada complicado.

Leia também:

Seu RB16 sofreu desequilíbrios aerodinâmicos no início da temporada, enquanto seu parceiro de motor, a Honda, também foi atingido por alguns problemas de confiabilidade.

Embora a Red Bull tenha conseguido diminuir a diferença, com os regulamentos do próximo ano mudando pouco, suas chances de superar a Mercedes a curto prazo são mínimas.

No entanto, com algum espaço para melhorias na aerodinâmica e nas unidades de potência em 2021, Horner tem motivos para sentir que ainda há uma chance de fazer melhor antes da redefinição das regras de 2022.

“Não há bala de prata”, disse Horner. “Precisamos melhorar em todas as áreas do carro. Então, toda a equipe e junto com a Honda, estamos focados em fazer isso.”

“A Mercedes fez um trabalho muito bom este ano: é provavelmente o carro mais completo e dos últimos seis ou sete anos. Então, eles elevaram o nível para uma altura muito alta, mas, você sabe, é isso que devemos ter como objetivo.”

Questionado se a responsabilidade recai sobre a Red Bull ou a Honda para obter os maiores ganhos, Horner disse: “É sempre uma combinação. É sobre trabalharmos juntos e compartilhamos o mesmo objetivo.”

“Estou confiante de que podemos chegar lá coletivamente. A Mercedes tem um período de dominação, mas como todos sabemos, no esporte, em algum momento isso chegará ao fim. Isso é inevitável.”

Com a maioria das peças do carro deste ano permanecendo para 2021, Horner diz que a Red Bull continuará desenvolvendo o RB16 pelo maior tempo possível este ano.

“Obviamente, este carro é a base do carro do próximo ano”, explicou ele. “Provavelmente cerca de 60% do carro é mantido, então você sabe, estamos trabalhando muito para entender e conseguir mais desempenho do carro até o final do ano.”

“Restam cerca de três meses de difícil desenvolvimento. E toda a equipe está muito focada nisso.”

Mercedes W11 (Temporada 2020)
Mercedes F1 W11 EQ Power+
Motor: Mercedes
Combustível: Petronas
Pneus: Pirelli

Pilotos:

44 - Lewis Hamilton

77 - Valtteri Bottas

PODCAST: Kimi Raikkonen, 'apenas' um grande personagem ou um verdadeiro campeão?

 

Alonso defende Hamilton: "Não ganha sete títulos por sorte ou pelo melhor carro. Tem algo a mais"

Artigo anterior

Alonso defende Hamilton: "Não ganha sete títulos por sorte ou pelo melhor carro. Tem algo a mais"

Próximo artigo

F1: Ferrari fala sobre potencial de Schumacher, Ilott e Shwartzman para o futuro

F1: Ferrari fala sobre potencial de Schumacher, Ilott e Shwartzman para o futuro
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Jonathan Noble