Fórmula 1
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Chefe diz que está "totalmente confiante" de que Verstappen fica na Red Bull

compartilhar
comentários
Chefe diz que está "totalmente confiante" de que Verstappen fica na Red Bull
Por:
6 de mai de 2019 11:49

Christian Horner acredita que seu jovem piloto holandês permanecerá na escuderia austríaca para além da atual temporada

Christian Horner está "totalmente confiante" de que Max Verstappen permanecerá na Red Bull para além desta temporada, após especulações recentes de que a Mercedes está interessada no mais jovem vencedor da Fórmula 1.

No mês passado, o chefe da Mercedes, Toto Wolff, riu dos rumores de que ele vinha conversando com Verstappen e o pai do jovem holandês, Jos, em uma tentativa de tirá-lo da Red Bull. Verstappen, cujo contrato com a Red Bull vai até o final de 2020, também descartou a especulação.

Leia também:


"Max tem um contrato e está muito claro qual é essa posição", disse Horner. "Estou totalmente confiante de que ele estará aqui no próximo ano."

Foi sugerido que o contrato de Verstappen contém uma cláusula de desempenho que permitiria que ele deixasse a Red Bull se não pudesse lutar pelo título mundial com a Honda.

Ele terminou em terceiro na corrida de abertura da temporada na Austrália, garantindo o primeiro pódio da Honda desde o retorno à F1, em sua primeira corrida com a escuderia austríaca.

Verstappen só terminou em quarto lugar nas três corridas desde então, mas está à frente de Charles Leclerc, da Ferrari, nos pontos, apenas atrás de Sebastian Vettel, além da dupla da Mercedes.

"Estamos na quarta corrida e ele está 36 pontos atrás [do líder do campeonato Valtteri Bottas]", disse Horner. "Há um longo caminho a percorrer neste campeonato e você só precisa levar as coisas uma corrida de cada vez”.

"Três quartas posições consecutivas está ficando um pouco chato agora e acho que queremos lutar pelo pódio novamente”.

Verstappen tem apoiado muito a nova fornecedoa de motores da Red Bull, que introduziu uma atualização inicial na mais recente corrida no Azerbaijão. O holandês disse que aceita que a Honda precisará aceitar as penalidades neste ano em sua tentativa de pegar Ferrari e Mercedes.

"No Bahrein, ele não foi ao pódio depois de seis GPs. Ele também marcou o segundo maior número de pontos atrás de Lewis Hamilton na segunda metade da temporada passada e esteve em boa forma durante a intertemporada até o começo deste ano. Queremos dar-lhe as ferramentas para brigar com as Ferraris e Mercedes”.

Max Verstappen, Red Bull Racing RB15

Max Verstappen, Red Bull Racing RB15

Photo by: Joe Portlock / LAT Images

Próximo artigo
Fórmula 1: "Eu não estou pilotando no meu melhor", diz Vettel

Artigo anterior

Fórmula 1: "Eu não estou pilotando no meu melhor", diz Vettel

Próximo artigo

Carreira "imperfeita" preparou Russell para problemas da Williams

Carreira "imperfeita" preparou Russell para problemas da Williams
Carregar comentários