Circuito do Catar terá reformas pontuais para receber F1 em novembro

Autódromo de Losail está adaptado para a MotoGP e categoria fará modificações nos boxes, traçado e barreiras de proteção

Circuito do Catar terá reformas pontuais para receber F1 em novembro

A Fórmula 1 visitará o Catar pela primeira vez na história, o país substituirá a Austrália no calendário de 2021 em novembro e já tem um acordo de dez anos que começa em 2023. O circuito que sediará a corrida será o de Losail, já conhecido para os fãs da MotoGP. Pensando em se adaptar à categoria máxima, a organização do autódromo fará algumas reformas.

O diretor de provas Michael Masi revelou que a entrada do pit lane será modificada e haverão melhorias também nas barreiras de proteção e áreas de escape do traçado.

Leia também:

"Provavelmente, a mudança mais drástica será da entrada dos boxes, que será muito diferente das motos", disse Masi ao RacingNews365. "Existem grandes rotas de fuga, mas os principais elementos de segurança são projetados para motocicletas."

"Introduzimos um grande número de melhorias em relação às barreiras de proteção, porque as atuais são muito diferentes no mundo da MotoGP."

Para o diretor, não demorará muito para Losail se encaixar na F1: "É uma questão de tentar se adaptar em um período relativamente curto, não estamos falando de um grande intervalo de tempo. Acho que será um bom lugar para esta temporada."

'TESTE' da RED BULL e ASA NOVA da MERCEDES: Como RIVAIS buscam dar 'PULO DO GATO' no fim da F1 2021

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #138 – Red Bull não sabe o que fazer contra Mercedes após GP da Turquia?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Norris diz que spray do GP da Turquia foi o 'mais assustador'
Artigo anterior

F1: Norris diz que spray do GP da Turquia foi o 'mais assustador'

Próximo artigo

F1: Binotto também não deve comparecer a GPs do México e São Paulo

F1: Binotto também não deve comparecer a GPs do México e São Paulo
Carregar comentários