Di Resta está próximo de volta à F1 como reserva na Williams

Segundo rede de TV britânica BBC, Paul di Resta deve ser anunciando nesta semana como novo piloto de testes da Williams; última participação do piloto na Fórmula 1 aconteceu em 2013

Di Resta está próximo de volta à F1 como reserva na Williams
Paul di Resta, Sahara Force India VJM06
Paul di Resta, HWA AG Mercedes-AMG C63 DTM
Paul di Resta, Sahara Force India crashed out of the race
3 Paul di Resta, HWA AG Mercedes-AMG C63 DTM
Sergio Perez, McLaren e Paul di Resta, Sahara Force India disputam por posição
Paul di Resta, Sahara Force India lidera Jenson Button, McLaren
Paul di Resta, HWA AG Mercedes-AMG C 63 DTM

Paul di Resta está próximo de voltar ao paddock da Fórmula 1. Segundo a rede de TV britânica BBC, di Resta já fechou com a Williams para ocupar a posição de piloto reserva da equipe, cargo ocupado anteriormente por Adrian Sutil.

Nos dois últimos anos, o escocês - que estreou na F1 em 2011 - disputou o DTM, já que fora dispensado da Force India ao final da temporada 2013 para dar lugar a Sergio Pérez no time indiano.

Apesar de ter saído da categoria, di Resta nunca desistiu de voltar à F1 e agora tem a oportunidade, já que a Williams sempre deixou claro que buscava um piloto com experiência para ocupar o posto outrora preenchido por Sutil.

Com isso, di Resta estaria presente em todas as provas da temporada e poderia ser chamado a pilotar o carro a qualquer momento se Felipe Massa ou Valtteri Bottas não pudessem guiar o FW38. Na abertura da temporada passada, Bottas não largou devido a problemas nas costas e a Williams disputou a prova em Melbourne apenas com o carro de Massa.

Procurada pelo Motorsport.com, a Williams optou por não comentar o assunto, mas entende-se que um anúncio confirmando a contratação de di Resta será feito antes do GP da Austrália, prova que dá início à temporada 2016 da F1.

compartilhar
comentários
Para dupla da Mercedes, novas regras farão F1 melhor em 2016
Artigo anterior

Para dupla da Mercedes, novas regras farão F1 melhor em 2016

Próximo artigo

Especial Fórmula 1: no que prestar atenção em 2016?

Especial Fórmula 1: no que prestar atenção em 2016?
Carregar comentários