Dono da Lotus garante que Maldonado e PDVSA permanecem no time

Gerard Lopes ratificou declaração do piloto de que o patrocínio da estatal não tem a ver com programas do governo venezuelano

Dono da Lotus garante que Maldonado e PDVSA permanecem no time
Carregar reprodutor de áudio
Depois de o novo ministro dos esportes da Venezuela dizer que o governo do país sul-americano cortará todo o investimento no automobilismo, o futuro de Pastor Maldonado na F1 parecia ameaçado. O piloto logo negou que corresse riscos de deixar a categoria e agora foi a vez do dono da Lotus, Gerard Lopez, garantir que o venezuelano permanecerá na equipe.

[publicidade] Assim como Maldonado, Lopez explicou que a decisão do ministério não tem nada a ver com o patrocínio da estatal petrolífera PDVSA. ”A PDVSA, assim como Maldonado, ficará com a gente”, disse ao Blick. “Na Venezuela é esta empresa que tem a palavra final (sobre o patrocínio) e não o governo”, insistiu Lopez.

Antes do GP de Mônaco, Maldonado já havia esclarecido que o corte do ministério dos esportes se referia a programas de investimentos em outros pilotos, que, segundo ele, teriam inclusive desviado dinheiro do governo.

Maldonado não faz uma boa temporada até agora em 2014. Envolvido em muitos acidentes e colecionando também problemas em seu carro, o piloto ainda não pontuou no ano. Em Mônaco não conseguiu nem largar, devido a uma falha mecânica e viu seu companheiro pontuar pela segunda vez seguida.
compartilhar
comentários
“Os novos carros funcionam bem em qualquer pista”, reconhece Hülkenberg
Artigo anterior

“Os novos carros funcionam bem em qualquer pista”, reconhece Hülkenberg

Próximo artigo

"Estamos agora onde deveríamos estar em janeiro", considera Horner

"Estamos agora onde deveríamos estar em janeiro", considera Horner