Fórmula 1
25 set
Corrida em
19 Horas
:
07 Minutos
:
55 Segundos
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
26 dias
04 dez
Próximo evento em
68 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
75 dias

Ecclestone surpreende e diz: ‘Eu não deveria voltar à F1’

compartilhar
comentários
Ecclestone surpreende e diz: ‘Eu não deveria voltar à F1’

Antigo dirigente máximo da categoria afirma que novos proprietários farão um trabalho melhor do que ele costumava fazer no passado

Bernie Ecclestone, talks, Danny Sullivan, FIA Steward
Bernie Ecclestone, Danny Sullivan, FIA Steward
Bernie Ecclestone, Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal
Flavio Briatore, Bernie Ecclestone, Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal
Felipe Massa, Williams, greets Bernie Ecclestone, Chairman Emeritus of Formula 1, in the paddock
Martin Brundle, Sky TV, Bernie Ecclestone, Fabiana Ecclestone
Bernie Ecclestone

Afastado no início do ano do comando da F1, Bernie Ecclestone surpreendeu ao reconhecer que ele não deveria retornar à categoria caso houvesse a oportunidade, já que os novos encarregados fazem um trabalho melhor do que ele costumava fazer.

Ecclestone, que ficou por décadas no posto de dirigente máximo da F1, deixou a função em janeiro, meses após a aquisição da categoria por parte do grupo Liberty Media. Em seu lugar entraram Chase Carey, novo diretor executivo, Sean Bratches, diretor comercial, e Ross Brawn, diretor técnico.

Em entrevista à emissora BT Sport, Ecclestone, de 86 anos, afirmou que não deveria retornar ao antigo posto. “Eu fui expulso e outra pessoa irá fazer um trabalho melhor. Estou bem certo de que, se eu voltar, eu não conseguiria fazer um trabalho tão bom como eles irão fazer. Então, eu não deveria voltar”, disse.

O veterano também revelou surpresa ao perder a vaga. “Eu não estava preparado, porque, quando eles assinaram tudo, me pediram para que eu ficasse por três anos. Então fiquei um pouco chocado quando me pediram para sair. A pessoa que atualmente faz o que eu fazia disse que eu sairia porque era o trabalho que ele queria. Então eu disse: ‘Bem, você comprou o carro, então também pode dirigi-lo.’”, reconheceu.

Coluna do Felipe Massa: a corrida que eu poderia ter vencido

Artigo anterior

Coluna do Felipe Massa: a corrida que eu poderia ter vencido

Próximo artigo

A história por trás da foto: a louca vitória de Ricciardo

A história por trás da foto: a louca vitória de Ricciardo
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1