Em corrida "razoável", freios tiram Massa da disputa

Brasileiro teve que lidar com adversidade desde antes do início, quando teve que largar do pitlane

Em corrida "razoável", freios tiram Massa da disputa
Felipe Massa, Williams FW38 starts from the pit lane
(L to R): Esteban Gutierrez, Haas F1 Team VF-16 and Felipe Massa, Williams FW38 at the start of the race
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team VF-16 and Felipe Massa, Williams FW38 battle for position
Felipe Massa, Williams FW38
Felipe Massa, Williams FW38
Felipe Massa, Williams FW38
Carregar reprodutor de áudio

Felipe Massa teve um domingo para esquecer. Começou com a notícia da necessidade de troca da asa dianteira, o que o obrigou a ter que largar dos boxes, e não na décima posição conquistada neste sábado.

O brasileiro tinha a estratégia de duas paradas e estava na zona de pontos, quando foi obrigado a abandonar com o carro apresentando altas temperaturas dos freios na volta 63.

"A corrida estava razoável para mim, eu estava lutando e ganhando posições desde o início e tinha um ritmo muito bom durante a maior parte da corrida."

"Infelizmente, tive um furo de pneu e tive que ir para os boxes. Tinha economizado os freios durante toda a corrida, mas no final eu estava logo atrás do [Esteban] Gutierrez e as temperaturas subiram ainda mais e acabei parando."

Rob Smedley explicou o motivo da mudança antes da prova.

"Nossa corrida com Felipe envolveu nossa primeira prioridade, que é a segurança. Encontramos alguns danos estruturais em sua asa dianteira, o que acreditamos que foi causado por vibrações ao longo dos freios."

"Mudamos por razões de segurança o que significava que ele tinha que largar a partir do pitlane, portanto, sua corrida nunca seria fácil."

compartilhar
comentários
Em terceiro abandono, Vettel diz que pneu explodiu “do nada”
Artigo anterior

Em terceiro abandono, Vettel diz que pneu explodiu “do nada”

Próximo artigo

Em 13º, Nasr lamenta Safety Car no meio da prova

Em 13º, Nasr lamenta Safety Car no meio da prova