Análise técnica de Giorgio Piola
Assunto

Análise técnica de Giorgio Piola

F1- A última atualização da McLaren no bargeboard para o GP da Hungria

Antes da pausa de verão, McLaren trouxe uma grande modificação para o seu bargeboard no GP da Hungria. Confira os detalhes da mudança

F1- A última atualização da McLaren no bargeboard para o GP da Hungria

A McLaren mostra sinais de que não pegará leve no desenvolvimento do seu carro em 2021, trazendo novas atualizações para o GP da Hungria. E com os rivais praticamente focando no desenvolvimento do próximo ano, podemos aguardar novidades da McLaren para o GP da Bélgica.

Mas é mais provável que o que vimos em Hungarogin seja a última "grande" atualização do time na temporada, com pequenos ajustes sendo realizados no futuro para buscar aqueleas pequenas margens de performance sem ter um grande impacto para o carro de 2022.

Leia também:

McLaren MCL35M bargeboard comparison

McLaren MCL35M bargeboard comparison

Photo by: Giorgio Piola

A McLaren chegou em Hungaroring com uma revisão no seu bargeboard, focando em alterações no bumerangue e nas aletas defletoras da direção de ar, ambas reorganizadas para ajudar a redefinir as características do fluxo de ar.

Como parte dessa reorganazição, o bumerange (seta vermelha) foi levado mais a frente, entrando no lugar da aleta defletora (seta azul).

Isso resultou efetivamente na convergência de dois elementos com uma preferência de um perfil mais engrossado, enquanto a parte traseira da aleta defletora (seta verde) foi, consequentemente, alterada. Ela deveria ficar encurtada para se conectar com o bumerangue.

O reposicionamento do bumerangue expõe a borda em formato de pena no vertíce principal do bargeboard à um fluxo de ar diferente, o que pode ajudar em ganho de desempenho ou ser uma área em que a equipe busca realizar outras otimizações.

É também interessante ver o quanto de trabalho em metal que a McLaren incluiu nas suas estruturas nessa temporada, em uma esperança do time de prevenir que vários elementos do bargeboard sofram excesso de fatiga e flexão, o que poderia causar uma perda de performance.

Frio sob pressão

A McLaren também buscou uma solução para resfriamento em Hungaroring, já queas altas temperaturas e curvas em baixas velocidades podem comprometer a performance aerodinâmica e do motor.

Lando Norris, McLaren MCL35M
Daniel Ricciardo, McLaren MCL35M

Isso levou ao time usar a opção de saída de ar traseira mais larga, que a equipe já havia testado em outras corridas e foi desenvolvida neste ano. O time optou pela versão mais larga para a classificação e corrida, mas em troca isso afeta a eficiência aerodinâmica, já que são instalados painéis de resfriamento nas laterais dos carros.

McLaren MCL35M cockpit cooling panel

McLaren MCL35M cockpit cooling panel

 

compartilhar
comentários
F1- Batida entre Kimi e Mazepin foi causada por problema na luz de tráfego

Artigo anterior

F1- Batida entre Kimi e Mazepin foi causada por problema na luz de tráfego

Próximo artigo

F1- Alonso: "Viés britânico da F1" tornou Verstappen e eu os vilões

F1- Alonso: "Viés britânico da F1" tornou Verstappen e eu os vilões
Carregar comentários