Fórmula 1
06 mai
Próximo evento em
63 dias
20 mai
Próximo evento em
77 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
91 dias
10 jun
Próximo evento em
98 dias
24 jun
Próximo evento em
112 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
119 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
133 dias
29 jul
Próximo evento em
147 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
175 dias
02 set
Próximo evento em
182 dias
09 set
Próximo evento em
189 dias
23 set
Próximo evento em
203 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
210 dias
07 out
Próximo evento em
217 dias
21 out
Próximo evento em
231 dias
28 out
Próximo evento em
238 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
274 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
283 dias

Albon não sabe "explicar" eliminação no Q2 da F1 na Grã-Bretanha

Piloto anglo-tailandês da Red Bull foi eliminado na segunda parte da classificação mais uma vez

compartilhar
comentários
Albon não sabe "explicar" eliminação no Q2 da F1 na Grã-Bretanha

Companheiro de Max Verstappen na Red Bull, Alexander Albon voltou a ficar muito atrás do parceiro holandês em um treino classificatório da Fórmula 1 e largará apenas em 12º no GP da Grã-Bretanha, após ter sido eliminado no Q2 da qualificação neste sábado.

Enquanto Verstappen sai do terceiro lugar em Silverstone, o piloto anglo-tailandês terá que escalar o pelotão para provar que merece seguir no time principal da Red Bull. Ele foi promovido à RBR no ano passado, tendo começado 2019 na Toro Rosso, hoje AlphaTauri.

Leia também:

Apesar de ter estado em condições de brigar pela vitória no GP da Áustria, Albon caiu de rendimento logo em seguida e vem sendo questionado por não acompanhar o ritmo do companheiro holandês, que já tem dois pódios em 2020.

Tendo isso em vista, o tailandês sofre pressão e precisa de resultados, após ser eliminado no Q2 pela segunda vez consecutiva. Questionado sobre a classificação inglesa, o piloto respondeu: “Tentamos os pneus médios e não foi uma volta terrível, mas também não foi uma grande volta. Cometi uns erros, poderia ter ido melhor. Aí ficamos na dúvida entre correr risco com os médios ou ir na aposta segura, com os macios, que foi o que a gente escolheu."

"Eu não consigo explicar aquela última volta muito bem. Não tiramos tudo dela e foi isso. Não faltou muito, mas deveríamos estar em uma posição melhor", admitiu Albon, que substituiu o francês Pierre Gasly, rebaixado ao segundo time, a partir do GP da Bélgica de 2019.

O tailandês, porém, segue esperançoso para a corrida: “Domingos costumam ser melhores para mim. Consegui ganhar boas posições nas últimas corridas, precisamos seguir assim agora. Temos a escolha dos pneus para amanhã, vamos poder recuperar posições."

Chefe da Red Bull, Christian Horner faz crítica velada a Albon

O dirigente britânico não falou especificamente sobre o tailandês, mas deixou clara sua insatisfação. “Foi uma classificação frustrante, especialmente pelas diferenças na tabela de tempos. Foi decepcionante, sim, não ter dois carros no Q3”, afirmou ao Channel 4.

Q4: Hamilton reina, Leclerc vai bem, Albon e Hulk ficam pra trás; o grid da Inglaterra

.

F1: Russell toma punição para o grid do GP da Grã-Bretanha; veja

Artigo anterior

F1: Russell toma punição para o grid do GP da Grã-Bretanha; veja

Próximo artigo

F1: Red Bull admite que precisa se esforçar para entregar carro melhor a Albon

F1: Red Bull admite que precisa se esforçar para entregar carro melhor a Albon
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pilotos Alexander Albon
Autor Jonathan Noble