F1: Alpine acredita que resultado em Mônaco foi "uma falha" na progressão da equipe

Esteban Ocon terminou a corrida em Monte Carlo na nona colocação; Alonso foi 13º

F1: Alpine acredita que resultado em Mônaco foi "uma falha" na progressão da equipe

O GP de Mônaco de Fórmula 1 foi "uma falha" na progressão recente da Alpine, de acordo com o diretor executivo da equipe, Marcin Budkowski.

Esteban Ocon largou em 11º e aproveitou dois abandonos à frente para garantir dois pontos, terminando na nona colocação, enquanto Fernando Alonso se classificou apenas em 17º e subiu para 13º.

Leia também:

O resultado significou que a Alpine perdeu pontos no campeonato de construtores para Aston Martin e AlphaTauri, que marcaram bem em Mônaco.

"Poderia ser pior", disse Budkowski ao Motorsport.com. “Infelizmente, nossos concorrentes aproveitaram ao máximo a corrida"

“Então para o campeonato é doloroso. Foi um fim de semana ruim para nós, honestamente."

“Lutamos na quinta-feira com o ritmo e principalmente com a temperatura dos pneus. E embora tenhamos recuperado um pouco com o Esteban na classificação, ele conseguiu se classificar em uma posição decente, o carro ainda não estava preparado para os pneus."

"Portanto, no geral, é um fim de semana para ser esquecido. No entanto, também há muito o que aprender com isso."

Questionado sobre o motivo de Alonso ter sofrido mais, Budkowski disse: "Ambos estiveram com dificuldades, na quinta e no sábado de manhã. A diferença foi que Esteban conseguiu trocar os pneus no Q1, e Fernando não."

“Obviamente não foi uma boa classificação, mas piorou muito por causa do pneu. Acredito que se Fernando tivesse conseguido colocar os pneus também, ele teria sido competitivo."

"E para ser honesto, acho que se tivéssemos conseguido administrá-los no início do fim de semana, Esteban estaria no Q3."

Budkowski insistiu que Mônaco não era relevante para o quadro geral.

“Não creio que este seja um final de semana relevante para a progressão que mostramos em Portugal e em Barcelona."

"Portanto, precisamos ter certeza de que deixamos isso para trás e também aprendemos com este fim de semana para garantir nosso progresso e, especialmente, não sofrermos em Baku novamente."

"As quatro variáveis da equação são o carro, os pneus, o circuito e as condições atmosféricas. Acredito que seja uma falha na nossa progressão", concluiu. 

CONHEÇA a SAGA da roda de BOTTAS que causou MAIOR 'pit stop' da HISTÓRIA da F1 e envolveu FERRARI

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: O que a liderança inédita de Verstappen representa na F1?

 

compartilhar
comentários
F1: Mercedes diz que precisa descobrir por que Mônaco é sempre "calcanhar de Aquiles"

Artigo anterior

F1: Mercedes diz que precisa descobrir por que Mônaco é sempre "calcanhar de Aquiles"

Próximo artigo

F1 quer garantir que corridas sprint não sejam incompreensíveis para fãs

F1 quer garantir que corridas sprint não sejam incompreensíveis para fãs
Carregar comentários