Fórmula 1 GP da Itália

F1: Drugovich será piloto de desenvolvimento da Aston em 2023, crava Band

Brasileiro também será piloto reserva da equipe na próxima temporada

Felipe Drugovich

Vai ter Brasil na Fórmula 1 2023! Felipe Drugovich, atual campeão da Fórmula 2, será piloto reserva e de desenvolvimento da Aston Martin na próxima temporada. 

Leia também:

Há meses o nome do brasileiro estava sendo vinculado à equipe de Lawrence Stroll para a posição de terceiro piloto do time. Drugovich, no fim de semana da conquista histórica, foi visto entrando nas instalações da Aston Martin e permanecer por lá por um tempo considerável - isso já depois do primeiro rumor sobre a possível negociação com eles. 

De acordo com a Band, o contrato foi assinado e deve ser anunciado nesta semana, inclusive. 

Felipe Drugovich também foi visto em reuniões com Helmut Marko, conselheiro da Red Bull, durante o fim de semana do GP da Holanda, mas ao que tudo indica, a ida de Pierre Gasly para a Alpine não vai acontecer devido à iminente rejeição da FIA em relação a superlicença de Colton Herta - uma vaga na AlphaTauri também surgia como opção.

Além disso, o piloto brasileiro chegou a ser cotado e aparecia na disputa pela vaga da Alpine, que ainda está indefinida e sem um dono. Contudo, há mais dias a aproximação de Felipe e Aston Martin foi ficando mais concreta e as negociações estavam avançando. 

Por não fazer parte de nenhuma academia de pilotos, o brasileiro pôde negociar com qualquer equipe do paddock, uma vez que não tinha 'amarras'. A ida para Aston Martin também pode traçar um caminho para o brasileiro como titular na F1, uma vez que Fernando Alonso, aos 41 anos, pode não estender por muito tempo o seu contrato por lá. 

Veja como está o mercado de pilotos da F1 para 2023:

Equipe Unidade de potência Pilotos
Switzerland Alfa Romeo Ferrari Finland Valtteri Bottas
 Zhou Guanyu tende a renovar, mas Théo Pourchaire é um dos cotados
Italy AlphaTauri Red Bull France Pierre Gasly está confirmado para 2023, mas pode ir para a Alpine e ser substituído por Colton Herta
 Yuki Tsunoda está ameaçado
France Alpine Renault France Esteban Ocon
 Pierre Gasly é o favorito, mas Mick Schumacher, Daniel Ricciardo e outros são opções
United Kingdom Aston Martin Mercedes Spain Fernando Alonso
Canada Lance Stroll
Italy Scuderia Ferrari Ferrari Monaco Charles Leclerc
Spain Carlos Sainz Jr.
United States Haas F1 Team Ferrari Denmark Kevin Magnussen
 Nico Hulkenberg é tido como favorito, mas Antonio Giovinazzi e Daniel Ricciardo são opções
United Kingdom McLaren Mercedes United Kingdom Lando Norris
Australia Oscar Piastri
Germany Mercedes Mercedes United Kingdom Lewis Hamilton
United Kingdom George Russell
Austria Red Bull Red Bull Powertrains Mexico Sergio Pérez
Netherlands Max Verstappen
United Kingdom Williams Mercedes Thailand Alexander Albon
 Nyck de Vries é o favorito, mas Logan Sargeant e Nicholas Latifi são opções
 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: 'Sincerão', Leclerc comenta influência do safety car em Monza
Próximo artigo F1: Red Bull detona fim de GP sob safety car em Monza

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil