F1 - Horner: É "triste" ver as dificuldades de Ricciardo na McLaren

Chefe da Red Bull tem certeza que o australiano logo retomará seu nível com a nova equipe

F1 - Horner: É "triste" ver as dificuldades de Ricciardo na McLaren
Carregar reprodutor de áudio

Daniel Ricciardo vive um ano difícil no início da temporada 2021 da Fórmula 1. Com dificuldades para se adaptar ao carro da McLaren, o australiano sofre para igualar a performance de seu companheiro de equipe, Lando Norris. E para seu ex-chefe na Red Bull, Christian Horner, é triste ver o piloto nesta situação.

O australiano estreou na F1 em 2011 com a equipe HRT, antes de assumir a vaga na Toro Rosso no ano seguinte, subindo para a Red Bull em 2014, onde ficou até o fim de 2018. Nesse período, Ricciardo foi um dos destaques do grid, com sete vitórias e 28 pódios no total. Mas em meio a um clima pesado com Max Verstappen, perdendo espaço dentro da equipe, decidiu arriscar, indo para a Renault em 2019.

Leia também:

Ele ficou por dois anos com a equipe francesa, assinando com a McLaren para este ano ainda no início de 2020, logo após Carlos Sainz confirmou sua ida à Ferrari.

Até aqui, essa última mudança não tem se mostrado bem-sucedida. Enquanto Norris acumula uma sequência de bons resultados em meio à sua melhor temporada na F1, pontuando em todas as corridas do ano até aqui, Ricciardo ainda não entrega a mesma consistência, acumulando menos da metade dos pontos do britânico após nove corridas.

Falando com o podcast oficial da F1, Beyond the Grid, Horner, que trabalhou com Ricciardo na Red Bull entre 2014 e 2018, falou sobre a trajetória de Ricciardo após sua saída da Red Bull, o que considera um erro, lamentando também suas dificuldades na McLaren antes do GP da Grã-Bretanha, que será realizado neste domingo (18), às 11h (confira os horários).

Questionado se havia perguntado a Ricciardo se o australiano se arrependia de ter saído da Red Bull, Horner disse: "Não imediatamente".

"Quando ele anunciou que estava saindo da Renault, ele me ligou durante a paralisação no ano passado e lembro ele me dizendo 'provavelmente você deve estar pensando eu te disse e, sim, você disse!' Mas era uma decisão que ele sentia que precisava fazer naquele momento".

"Ele ainda é um grande amigo da equipe, ainda é um grande piloto. É triste ver as dificuldades que ele tem no momento, mas sei que irá superá-las".

A saída de Ricciardo abriu um momento de dificuldades para a Red Bull, que sofreu para encontrar um segundo piloto consistente para correr ao lado de Verstappen. Pierre Gasly durou meia temporada, enquanto Alex Albon se sustentou por um ano e meio, antes da chegada de Sergio Pérez, uma manobra incomum da marca austríaca, trazendo alguém de fora de seu programa.

Após um início inconsistente, Pérez parece finalmente ter se encontrado com a Red Bull, com bons resultados nas últimas corridas, incluindo a vitória no GP do Azerbaijão. Horner também falou sobre o momento do mexicano.

"O modo como ele se encaixou, como ele está entregando resultados, particularmente após sua vitória no Bahrein no ano passado, seria muito difícil não tê-lo na F1. Acho que ele traz uma dinâmica na luta que temos com a Mercedes que começa a entregar resultados".

"Vocês viram isso na França e também no Azerbaijão, com sua primeira vitória, então ele está entregando resultados".

EXCLUSIVO: Mariana Becker vê Hamilton mais irritado, Verstappen maduro e detalha 'treta' com Alonso

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual é o tamanho da temporada de Norris até agora?

 

.
compartilhar
comentários
F1: Fotos de equipe influenciaram Hamilton a lutar pela diversidade no esporte; entenda
Artigo anterior

F1: Fotos de equipe influenciaram Hamilton a lutar pela diversidade no esporte; entenda

Próximo artigo

F1: Vettel não se arrepende de assinar com Aston Martin e elogia Pérez na Red Bull

F1: Vettel não se arrepende de assinar com Aston Martin e elogia Pérez na Red Bull
Carregar comentários