F1: Mercedes ainda acredita que Red Bull pode ser batida, por isso não 'vira chave' para 2024

Equipe entende que resultado ruim na Áustria não corresponde ao ritmo real, mas sim, ocasionado por 'imprevistos'

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19, George Russell, Mercedes F1 W14

A Mercedes ainda acredita que a Red Bull pode ser derrotada em ritmo puro na Fórmula 1 este ano e é por isso que ela não quer mudar o foco total para seu carro de 2024 ainda.

Leia também:

Embora a fabricante alemã tenha enfrentado o que chamou de uma corrida "contundente" na Áustria no último fim de semana, ela continua acreditando que há muito mais desempenho a ser obtido com seu W14. 

Ela também planeja lançar seu mais recente conjunto de atualizações no GP da Inglaterra deste fim de semana, que deve incluir uma asa dianteira atualizada com o objetivo de ajudar a melhorar o equilíbrio aerodinâmico, especialmente em curvas de baixa velocidade. 

Mas, embora Max Verstappen pareça estar em uma classe própria na F1 nesta temporada, enquanto caminha para o que parece ser um terceiro título mundial, o chefe da Mercedes, Toto Wolff, não acha que ele seja invencível. 

Perguntado pelo Motorsport.com se ele ainda acreditava que a Mercedes poderia vencer a Red Bull em termos de ritmo puro em algum momento deste ano, Wolff disse: "Eu mantenho a crença porque, se eu dissesse que não mantenho, então poderíamos também desligar e colocar tudo no carro do ano que vem e ficar felizes em terminar entre os 10 primeiros."

"Mas não é possível. Temos de continuar trabalhando. Precisamos aproveitar esses dias ruins da melhor forma possível e tentar nos recuperar e chegar mais perto. Já vimos corridas em que fomos decentes e acho que a diferença para Verstappen foi de 10 segundos em Montreal, o que parece muito mais encorajador do que foi [na Áustria]." 

Sergio Perez, Red Bull Racing RB19, George Russell, Mercedes F1 W14

Sergio Perez, Red Bull Racing RB19, George Russell, Mercedes F1 W14

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Embora a forma do pelotão de perseguição atrás da Red Bull flutue bastante, dependendo das características da pista e dos ciclos de atualização, Wolff não vê nenhum alarme no fato de a Mercedes ter ficado para trás na Áustria, pois acredita que se trata apenas de um problema temporário. 

"Acho que o que estamos vendo é que a constante é Max na frente e depois é entre seu companheiro de equipe, Aston Martin, Ferrari, Lando [Norris] com a atualização e nós. Parece estar mudando de corrida para corrida e não há um padrão que possamos descobrir até agora."

"O que ouvi dizer é que a Ferrari e a McLaren fizeram uma atualização [na Áustria] e isso pode ser uma das explicações. Mas vamos trazer uma na próxima semana [para Silverstone]." 

Mas, apesar do otimismo da Mercedes em relação à busca por vitórias, a Red Bull parece ainda ter potencial para vencer todas as corridas desta temporada. E, embora esteja desfrutando de seu sucesso, o chefe da equipe, Christian Horner, sabe muito bem que basta um pouco de azar para atrapalhar sua vitória. 

"Vimos no GP da Inglaterra do ano passado que Max tinha um pouco de detritos, ele se enroscou no assoalho e essa foi sua corrida", explicou Horner. 

"São margens muito pequenas entre a vitória e a falha e acho que a equipe está operando em um nível incrível. Mas basta um pouco de clima, um pouco de azar ou um furo e as coisas podem mudar rapidamente. Só temos que nos manter no topo de nosso jogo e ver por quanto tempo podemos manter essa corrida."  

"Iremos para Silverstone com confiança, mas também cientes de que é muito fácil deixar a bola cair e que é muito fácil que variáveis que às vezes estão fora do seu controle apareçam." 

Quem desbancaria Verstappen na Red Bull?

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast: Leclerc na Aston? Volta de Ricciardo? Sainz na Audi? O que vem por aí para 2024?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Williams revela pintura especial de 800 corridas
Próximo artigo Podcast #237 – Limites de pista arruinaram fim de semana da F1 na Áustria?

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil