F1: Mercedes desmente informação de que não foi aprovada em testes de colisão da FIA

Equipe divulgou nas redes sociais uma foto com o selo de aprovação da entidade; com isso, carro de 2022 pode ir à pista

F1: Mercedes desmente informação de que não foi aprovada em testes de colisão da FIA
Carregar reprodutor de áudio

Após ser noticiado que a Mercedes não havia passado no crash test necessário para a homologação de seu carro da Fórmula 1 2022, um porta voz da escuderia desmentiu a informação e declarou que ele já recebeu o selo de aprovação da FIA e, com isso, a homologação para ir à pista, de acordo com informações do veículo alemão RTL. A equipe também se manifestou nas redes sociais.

A aprovação no teste de colisão é um dos requisitos mínimos para um veículo estar em condições de disputar a pré-temporada e, consequentemente, o próximo campeonato. Alguns times, como AlphaTauri e Ferrari, já realizaram a 'prova' com antecedência e agora esperam apenas a data de lançamento de suas máquinas.

Leia também:

Ainda na manhã desta segunda-feira (31), a Mercedes divulgou em seu perfil no Instagram uma foto da lateral do carro com o selo de homologação da FIA e a data em que foi aprovado: 13 de janeiro.

 

A apresentação do W13 está marcada para 18 de fevereiro. Segundo as últimas informações, o carro voltará a ser prateado após dois anos com decoração preta e estará próximo do limite da distância entre eixos máxima de 3600 mm, embora seu ponto forte continue sendo a potência da unidade.

James Allison, diretor técnico da escuderia, 'previu' que o novo regulamento pode fazer com que "uma ou duas equipes errem feio" na montagem do carro de 2022, e acredita que isso será descoberto apenas no início da temporada, mesmo se forem aprovados nos testes da FIA.

"Todos em nosso time e nos outros fizeram o melhor para encontrar um design e abordagem que case bem com as novas regras", disse ele em um vídeo publicado pela Mercedes. "Tentamos encontrar os que casem bem com o novo regulamento".

"Descobriremos juntos no começo da temporada e nas corridas a seguir como que tudo ficará. Imagino que, com os carros tão novos e diferentes, um ou dois no grid errarão muito feio. E eles terão um ano muito difícil".

"Creio que todos nós, a certo ponto, teremos alguns problemas que não estavam previstos. E vamos olhar para alguns rivais e pensar por que não pensamos nas soluções deles", concluiu.

SERGIO MAURICIO defende Masi, sem “PASSAR PANO”, e “ADORA” POLARIZAÇÃO entre Hamilton e Verstappen

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #159 – O que esperar da temporada 2022 da F1?

 
 

compartilhar
comentários
Divisor de águas da F1 em 2022 foi 'ofuscado' pela nova aerodinâmica; entenda
Artigo anterior

Divisor de águas da F1 em 2022 foi 'ofuscado' pela nova aerodinâmica; entenda

Próximo artigo

VÍDEO: Hamilton reaparece nas redes para celebrar Ano Novo Chinês após longa ausência

VÍDEO: Hamilton reaparece nas redes para celebrar Ano Novo Chinês após longa ausência