F1: Mercedes identifica principal fraqueza da Red Bull; entenda

Montadora alemã acredita que déficit da escuderia austríaca se deve a uma degradação dos pneus traseiros

F1: Mercedes identifica principal fraqueza da Red Bull; entenda

A Mercedes acredita que o déficit da Red Bull em corridas se deve ao fato de ela sofrer uma degradação dos pneus traseiros, um fator que pode não ser tão importante em todas as pistas de Fórmula 1.

As primeiras quatro etapas da temporada de 2021 indicaram que a escuderia austríaca tem um carro mais rápido na classificação, mas que a Mercedes está na liderança quando se trata de gerenciar pneus nas corridas.

Leia também:

A vantagem que a equipe alemã tinha ao cuidar de seus pneus ficou óbvia no GP da Espanha do final de semana passado, quando a borracha de Lewis Hamilton parecia estar em muito melhor forma no final do que a de Max Verstappen.

No entanto, o diretor de engenharia da Mercedes, Andrew Shovlin, não está convencido de que a vantagem do ritmo de corrida esteja garantida em todos as pistas.

“Ainda não chegamos a uma fase em que achamos que temos um carro melhor ou que cuidamos melhor dos pneus”, explicou.

“Ainda estamos na fase do ano em que estamos coletando dados nas diferentes pistas. Mas parece ser uma tendência que talvez tenhamos um carro um pouco mais neutro."

“O [carro] deles parece ser um pouco mais exigente com os pneus traseiros ao longo de um tempo, enquanto estamos usando os dois eixos muito bem. Mas veremos com mais alguns dados se isso é realmente uma característica do carro ou se é apenas como o estamos configurando.”

O chefe da Red Bull, Christian Horner, disse que não há dúvidas de que a Mercedes teve vantagem no ritmo nas últimas corridas, mas continua animado porque acredita que seu time está muito mais próximo do que há um ano.

“Acho que a Mercedes, e vimos isso desde Bahrein, tem um ritmo de corrida melhor do que o nosso em cada GP que vimos até agora”, disse.

“Acho que a degradação deles foi melhor do que a nossa."

“Mas estamos muito mais próximos do que antes e acho que se conseguirmos encontrar mais ritmo de corrida ainda será muito, muito apertado entre os dois carros", concluiu.

F1 2021: HAMILTON bate VERSTAPPEN em disputa na Espanha; Cacá Bueno e Rico Penteado analisam | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST #103: TELEMETRIA - Tudo sobre o GP da Espanha com Rico Penteado

 

compartilhar
comentários
RETA FINAL: Hamilton dispara, fraqueza da Red Bull, fator Pérez, rádio de Wolff e mais

Artigo anterior

RETA FINAL: Hamilton dispara, fraqueza da Red Bull, fator Pérez, rádio de Wolff e mais

Próximo artigo

F1: Veja as 10 coisas que aprendemos com o GP da Espanha

F1: Veja as 10 coisas que aprendemos com o GP da Espanha
Carregar comentários