F1: Pirelli fará testes com pneus de 2021 em Portimão durante GP de Portugal

compartilhar
comentários
F1: Pirelli fará testes com pneus de 2021 em Portimão durante GP de Portugal
Por:

Empresa italiana terá apenas 30 minutos do TL2 do GP de Portugal para testar os novos compostos para o ano que vem

A Pirelli finalizou os detalhes do teste dos compostos de pneus da Fórmula 1 para a temporada de 2021, que acontecerá na sexta-feira do GP de Portugal. O teste é a única chance da empresa italiana de fazer qualquer sessão na pista antes de um possível ajuste nas especificações dos modelos do próximo ano.

A FIA já concordou em usar os pneus atuais inalterados pela terceira temporada seguida em 2021 e determinou um corte de downforce de cerca de 10% para reduzir o impacto. No entanto, a Pirelli ainda espera apresentar uma atualização de construção se o teste de Portimão for bem-sucedido.

Leia também:

O prazo oficial para notificação de alteração é 1º de novembro, dia da corrida em Ímola, dando à Pirelli pouco mais de uma semana para analisar os resultados do teste.

Sem a possibilidade de fazer testes fora dos finais de semana de corrida, os regulamentos esportivos foram modificados neste ano para permitir que os primeiros 30 minutos de uma sessão de um TL2 sejam usados para a análise do modelo.

Todas as equipes e pilotos são obrigados a participar, a menos que seus carros estejam fora de ação devido a danos ou problemas mecânicos. “O objetivo é tentar desenvolver um pneu com um maior nível de integridade”, disse o chefe da Pirelli na F1, Mario Isola, quando questionado pelo Motorsport.com.

“O que significa que podemos usá-lo com uma pressão mais baixa. Isso, junto com a redução de downforce planejada para o próximo ano, devem ajudar o pneu a funcionar melhor e, portanto, reduzir o superaquecimento”.

“Não pode ser um produto totalmente novo, pois só temos a oportunidade de testar os protótipos em Portimão, que também é uma nova pista, e uma pista que foi repavimentada”.

Cada equipe terá três conjuntos de pneus para o teste de 30 minutos, com um piloto executando dois conjuntos e o outro apenas um.

“Estamos planejando trazer três jogos de pneus por equipe”, disse Isola. “O que significa 30 conjuntos de protótipos”.

“Isso não significa 30 protótipos diferentes - provavelmente teremos algo na faixa de 8 a 10”.

“Não quero dar o número exato, simplesmente porque o teste é cego para as equipes, e qualquer informação que eu liberar significa que as equipes estão fazendo cálculos, 'Eu tentei este, e os outros estavam tentando outro, ' e assim por diante”.

“Vamos passar os planos de corrida para as equipes. Em geral, eles vão dar o mesmo número de voltas nos dois carros. A abordagem é rodar um carro em simulações de classificação e de corrida, dentro de 30 minutos, então não é muito longo”.

“O plano é que o carro que está em simulação de classificação tenha uma linha de base e um protótipo, e o outro carro tenha um conjunto para a simulação de corrida”.

“Temos que trabalhar de forma a tentar preservar a equidade esportiva - não podemos dar a uma equipe 10 protótipos para testar, e uma para a outra e isso é tudo. Portanto, estamos tentando fazer este plano de uma forma justa”.

Isola reconheceu que a chuva ou outros problemas podem afetar a sessão crucial. “Em meia hora não é fácil. Estamos um pouco preocupados com o tráfego, estamos um pouco preocupados com muitas coisas que podem acontecer - talvez o circuito não esteja em boas condições no início do TL2. Precisamos ir lá e ver o que acontece”.

Os pneus foram centro da discussão durante os GPs da Bélgica e da Itália, com Lewis Hamilton e chefes de equipe Christian Horner criticando o modelo atual da Pirelli, enquanto Toto Wolff concordou que algumas modificações precisam ser feitas, mas que o modelo ideal proposto pelo seu piloto é impossível de ser produzido.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

CEO da F1 cita outros esportes e diz que categoria não pode usar “camisa de força” contra mudanças

PODCAST: Recordes de Hamilton e Schumacher são comparáveis?

 

F1: Chefe da Ferrari valoriza evolução do carro na “direção certa” após o GP de Eifel

Artigo anterior

F1: Chefe da Ferrari valoriza evolução do carro na “direção certa” após o GP de Eifel

Próximo artigo

Bottas: "Quando estou no meu melhor, sei que posso ser melhor do que Hamilton"

Bottas: "Quando estou no meu melhor, sei que posso ser melhor do que Hamilton"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper