F1: Racing Point contesta Pérez e diz que mexicano "estava ciente" da negociação com Vettel

compartilhar
comentários
F1: Racing Point contesta Pérez e diz que mexicano "estava ciente" da negociação com Vettel
Por:
, Editor

Chefe da equipe disse que o empresário do piloto foi informado sobre todas as etapas da negociação

O grande papo do paddock da Fórmula 1 neste fim de semana em Mugello é a confirmação da saída de Sergio Pérez e a chegada de Sebastian Vettel na Aston Martin em 2021. E após o mexicano falar na quinta que ninguém havia dito nada a ele e que a notícia de sua saída era uma surpresa, a equipe veio a público contestar a versão do piloto.

Segundo Otmar Szafnauer, chefe da equipe, Pérez "estava ciente" e era atualizado sobre a negociação com Sebastian Vettel para a vaga de 2021.

Leia também:

Na quarta, Pérez anunciou sua saída da equipe no final do ano e, na coletiva da quinta, disse que "ninguém dizia nada" sobre sua possível saída, acreditando que seu lugar na equipe estava garantido.

O mexicano foi informado de sua saída na própria quarta-feira em uma ligação com Lawrence Stroll, dono da equipe. Stroll ativou uma cláusula de saída que existe em seu contrato.

Sfaznauer disse que a alegação de Pérez de que ele não esperava a decisão é "imprópria", dizendo que a equipe manteve seu empresário atualizado sobre o status da negociação antes da decisão final, feita há dois dias.

"Ele tinha um pressentimento e ele sabia", disse Szafnauer à Sky Sports F1. "Mantivemos seu empresário Julian [Jakobi] informado sobre todo o processo. Não foi uma decisão clara, e devemos isso a ele pelo ótimo trabalho feito conosco".

"Ele estava ciente do que estava acontecia. O que ele não sabia, porque o martelo não estava batido, era a decisão final. E isso ele ficou sabendo na quarta".

Szafnauer disse que a Racing Point estava negociando com Vettel "há algum tempo", com a saída do alemão da Ferrari no final do ano sendo anunciada em maio. Porém, o acordo foi atingido apenas nesta semana, com Szafnauer explicando sobre as dificuldades enfrentadas pela equipe para encerrar o contrato com Pérez.

"A decisão final foi tomada há dois dias. E ela não foi fácil. Sergio também merecia, ele fez um ótimo trabalho conosco e é um ótimo piloto, rápido e confiável".

"Não foi fácil. E isso é um elogio a Sergio, essa demora para tomarmos a decisão com relação a um tetracampeão com toda a experiência de Sebastian".

"No final, com a chegada da Aston Martin, eu diria que foi a decisão correta, trazer a experiência de Sebastian em equipes de ponta, algo que a Aston mira. Acredito que fizemos o certo".

Todas as notícias sobre o GP da Toscana Ferrari 1000 da F1 você acompanha no site do Motorsport.com e em nosso canal no YouTube. Fique por dentro de todas as novidades e análises e confira nossos programas e vídeos!

DIRETO DO PADDOCK: Vettel confirmado na Aston, Pérez ‘chutado’ e McLaren ‘à venda’; Bernoldi comenta

Podcast #066: Vitória de Gasly prova que F1 é ambiente ‘onde os fracos não têm vez’?

 

F1: Pilotos se preparam para GP "fisicamente exaustivo" em Mugello

Artigo anterior

F1: Pilotos se preparam para GP "fisicamente exaustivo" em Mugello

Próximo artigo

Raio-X: de Jordan a Aston Martin, conheça as origens da nova casa de Vettel e veja como a equipe estará em 2021

Raio-X: de Jordan a Aston Martin, conheça as origens da nova casa de Vettel e veja como a equipe estará em 2021
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Luke Smith