F1: Ricciardo pede desculpas após comentários “agressivos” sobre imagens de acidentes, mas mantém opinião

Embora tenha se desculpado pela escolha de palavras, seu parecer sobre políticas promocionais da categoria permanece o mesmo

F1: Ricciardo pede desculpas após comentários “agressivos” sobre imagens de acidentes, mas mantém opinião

O piloto da McLaren Daniel Ricciardo pediu desculpas por sua linguagem "agressiva" quando criticou a equipe das redes sociais da Fórmula 1, mas disse que sua opinião não mudou sobre o uso de imagens de acidentes para fins promocionais.

Em uma entrevista para a revista Square Mile, Ricciardo sugeriu que a F1 colocasse uma ênfase mais forte nos destaques reais em suas plataformas digitais.

Leia também:

“Eu acho que no ano passado, a F1 colocou em suas redes sociais, os 10 melhores momentos do ano ou algo assim, e oito dos 10 foram acidentes”, disse.

"Eu estava tipo, vocês são idiotas do ca***."

"Talvez crianças de 12 anos queiram ver esse tipo de conteúdo, e isso é legal porque elas não conhecem nada melhor, mas não somos crianças. Faça melhor, rapazes. Faça melhor do que isso."

Na coletiva de imprensa da FIA, realizada na quinta-feira antes do GP da Emilia Romagna em Ímola, o australiano lamentou pela linguagem dura que usou.

"Eu certamente tenho que ser melhor com a minha escolha de palavras", disse.

"Se pudesse, retiraria essa citação. Foi muito agressivo."

"Mesmo que eu sinta no momento, pode estar fora de contexto, e eu sei que isso vai ser pressionado, então eu deveria me sair melhor."

"Não estou negando que disse isso, mas o tom nem sempre é mostrado como talvez fosse naquele momento."

Embora o piloto da McLaren tenha se desculpado pela sua escolha de palavras, sua opinião sobre as políticas promocionais da categoria permanece a mesma.

Ricciardo trouxe à tona pela primeira vez em uma reunião com a F1, após o acidente de Romain Grosjean no Bahrein no ano passado, que sentiu ter sido repetido excessivamente durante a transmissão de TV.

Depois da reunião, o australiano disse que as conversas foram "produtivas".

“Achei que o ano passado foi um ano incrível para a F1”, explicou.

“Houve tantos pódios diferentes, muitas corridas emocionantes, certamente não a consideraria uma temporada ruim."

"E eu senti que provavelmente havia mais espaço para expor os destaques do esporte e as grandes conquistas de muitos pilotos e desempenhos individuais. Sejam algumas ultrapassagens espetaculares; eu senti que havia histórias melhores para serem contadas."

“Esta é obviamente a minha opinião, sinto que o nosso esporte é melhor do que isso, sinto que somos melhores do que apenas mostrar batidas."

"Sinto que somos os pilotos mais talentosos do mundo e estamos guiando esses carros incríveis. Normalmente, um acidente mostra menos de nossos talentos. Cometemos erros, mas eu provavelmente destacaria mais os pontos altos se tivesse criatividade ao controle."

"Eu me desculpei, obviamente retiraria, digamos, pelo menos a linguagem desses comentários, mas essa foi minha opinião geral sobre o que eu faria se tivesse a chance de direcionar isso um pouco", concluiu. 

F1 AO VIVO: RIVALIDADE de Hamilton, MEDO de Bottas e tudo sobre a F1 em Ímola | DIRETO DO PADDOCK

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST – Quais são os pilotos mais carismáticos da F1, mas sem grandes resultados?

 

compartilhar
comentários
Direto do Paddock: Rivalidade de Hamilton, medo de Bottas e tudo sobre a F1 em Ímola

Artigo anterior

Direto do Paddock: Rivalidade de Hamilton, medo de Bottas e tudo sobre a F1 em Ímola

Próximo artigo

F1: GP do Canadá deve ser cancelado devido a pandemia

F1: GP do Canadá deve ser cancelado devido a pandemia
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Emilia Romagna
Pilotos Daniel Ricciardo
Autor Filip Cleeren