F1: Um ano depois, Verstappen diz não ter ressentimento sobre acidente com Hamilton em Silverstone

Holandês disse que consegue colocar essas coisas de lado facilmente

F1: Um ano depois, Verstappen diz não ter ressentimento sobre acidente com Hamilton em Silverstone
Carregar reprodutor de áudio

A Fórmula 1 retorna à Silverstone neste fim de semana, quase um ano após a polêmica batida entre Lewis Hamilton e Max Verstappen na curva Copse, que foi o estopim inicial da tensa disputa que marcou o campeonato do ano passado. Mas o holandês diz não ter nenhum ressentimento para com o britânico ao lembrar do caso.

O acidente aconteceu na primeira volta do GP da Grã-Bretanha, resultando em um impacto de 51G para Verstappen em sua colisão com a barreira na saída da curva de alta. O piloto da Red Bull precisou ser levado ao hospital para exames de precaução, enquanto Hamilton foi punido com 10 segundos pelo caso, mas ainda conseguiu vencer a corrida.

Leia também:

O incidente intensificou a tensão entre os pilotos, com Verstappen criticando Hamilton nas redes sociais por celebrar a vitória enquanto ele estava no hospital. Outros nomes da Red Bull, como Christian Horner e Helmut Marko, também não pouparam críticas ao piloto da Mercedes, que se defendeu afirmando que os ataques haviam virado pessoais.

Um ano depois, Verstappen se encontra novamente na ponta do Mundial de Pilotos, mas sem a companhia de Hamilton na disputa, devido aos problemas da Mercedes. Falando com a publicação irmã do Motorsport.comGP Racing, na edição mais recente, o holandês diz que se sente "bem" ao voltar a Silverstone, e que não há uma sensação ruim sobre o que aconteceu.

"Claro, a batida não foi legal, mas eu amo a pista. Amo correr lá, a atmosfera é muito boa com a F1 e andamos muito rápido por lá. Então não tenho nenhum ressentimento. E acho que consigo colocar essas coisas de lado muito facilmente. Claro, o que aconteceu não foi legal mas, no fim, você lida com isso".

"Para mim, pessoalmente, não foi um impacto legal, mas lá vamos nós novamente, e claro, tentarei vencer".

Max Verstappen, Red Bull Racing RB16B, Lewis Hamilton Mercedes W12

Max Verstappen, Red Bull Racing RB16B, Lewis Hamilton Mercedes W12

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Enquanto Verstappen tende a ter uma grande torcida ao seu lado na maioria dos circuitos europeus, em Silverstone a expectativa é de que a maioria das 400 mil pessoas previstas para o fim de semana estejam ao lado de Hamilton.

Mas Verstappen diz não se preocupar com a recepção do público: "O bom é que, assim que entramos no carro com o capacete, não se escuta nada. E eles amam o esporte a motor. Há uma história muito grande na Inglaterra.

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #184 - Felipe Kieling, da Band, revela como foi substituir Mariana Becker na cobertura da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
F1 critica Ecclestone após ex-chefão dizer que "levaria um tiro" por Putin: "Contra valores modernos do esporte"
Artigo anterior

F1 critica Ecclestone após ex-chefão dizer que "levaria um tiro" por Putin: "Contra valores modernos do esporte"

Próximo artigo

F1: FIA volta atrás e adia introdução de novas regras sobre porpoising até o GP da França

F1: FIA volta atrás e adia introdução de novas regras sobre porpoising até o GP da França