F1: Verstappen passa Hamilton no fim, vence o GP da França e "dá o troco" por Barcelona

Com a baixa temperatura da pista, a estratégia de pneus tornou-se um fator determinante para o resultado da corrida

F1: Verstappen passa Hamilton no fim, vence o GP da França e "dá o troco" por Barcelona

A previsão do tempo contrariou a realidade e, com isso, tivemos um GP da França de Fórmula 1 marcado por um fator inesperado para determinar o resultado final: a estratégia de pneus. No final, com a pista bem mais fria do que o previsto, a vitória ficou com Max Verstappen, em uma bela disputa com Lewis Hamilton no final da corrida.

No sábado, Red Bull e Mercedes protagonizaram uma disputa intensa pela pole position, com Max Verstappen levando a melhor, mas tendo ao seu lado na largada Lewis Hamilton, além de Valtteri Bottas diretamente atrás, já que Sergio Pérez terminou em quarto.

Leia também:

Verstappen saiu bem, mas errou na primeira curva, abrindo espaço para Hamilton assumiu a ponta, deixando-o para ser pressionado por Bottas, enquanto Pérez, Sainz, Gasly, Leclerc, Alonso, Ricciardo e Norris completavam o top 10 no final da primeira volta. Ao passar pela linha de chegada, o heptacampeão já abria 1s5 para o holandês.

 

Após cinco voltas, a diferença entre Hamilton e Verstappen variava entre 1s2 e 1s5, com o heptacampeão avisando no rádio que talvez os pneus não durassem tanto quanto o esperado pela equipe. Mas Bottas também vinha reduzindo a diferença para o holandês.

Na décima volta, de um total de 53, Hamilton já abria 1s8 para Verstappen, deixando o holandês mais próximo de Bottas, com o finlandês a apenas 1s1, enquanto o resto do top 10 se mantinha sem modificações, com poucas batalhas.

Na sequência, Ricciardo foi o principal destaque da pista, garantindo duas posições em cima de Alonso e Leclerc, assumindo a sétima posição na volta 15.

O monegasco foi o primeiro a fazer sua parada, logo após ser ultrapassado pela McLaren, colocando pneus duros, como já era esperado. Buscando o undercut em cima de Gasly, a equipe britânica parou Ricciardo logo depois, voltando atrás de Leclerc.

Bottas foi o primeiro dos ponteiros a parar, na volta 18, enquanto Hamilton já abria 3s para Verstappen e Pérez ficava a 8s de distância do companheiro de Red Bull. Por isso, o holandês foi chamado para os boxes para colocar um jogo novo de pneus duros.

Hamilton parou na volta seguinte, mas Verstappen conseguiu tomar a posição do britânico por questão de metros, enquanto Pérez seguiu na pista, sem entrar nos boxes.

 

Mais atrás, enquanto Ricciardo perdeu a posição para Leclerc na parada, superou Sainz e Gasly com o undercut, em uma disputa intensa pelo quinto lugar virtual, já que vários pilotos ainda não haviam trocado de pneus.

Pérez parou na volta 25 de 53, voltando na quarta posição mesmo, porque Norris, que vinha em quinto, também entrou nos boxes. Mas o mexicano se encontrava a mais de 18s segundos da briga pela liderança, que tinha Verstappen na ponta, com Hamilton a 0s420 e Bottas a 0s860.

Na 30ª volta, Verstappen já abria 1s5 para Hamilton, enquanto Bottas ficava a 3s do companheiro de Mercedes, com Pérez a 13s. Ainda sem parar, Vettel e Stroll eram em quinto e sexto e a batalha pela quinta posição real vinha na sequência, com Ricciardo, Sainz, Norris, Gasly, Leclerc e Alonso andando bem próximos.

Hamilton, Bottas e Verstappen conversavam com seus engenheiros, afirmando que os pneus duros talvez não chegariam ao fim da prova, abrindo a possibilidade para uma segunda parada nas voltas finais.

A Red Bull surpreendeu, trazendo Verstappen aos boxes na volta 33 para colocar pneus médios. O holandês voltou em quarto, mais de três segundos atrás de Pérez e a 18s de Hamilton. Enquanto isso, a transmissão mostrava a Mercedes pronta para uma segunda parada, mas com o rádio deixando aberta a possibilidade de manter o britânico na pista até o fim.

Verstappen começou a voar na pista, fazendo voltas cerca de dois segundos mais rápidas que as de Hamilton, invertendo a situação vista no início de maio, em Barcelona. Na volta 36, ele ultrapassou Pérez, ficando a 11s de Bottas e a dois do heptacampeão com 17 para o fim.

 

Os tempos de volta de Verstappen começaram a aumentar nos minutos seguintes, com a diferença para Hamilton caindo com menor ímpeto. Pelo rádio, a Mercedes avisava tanto Bottas quanto o britânico que a disputa maior com Verstappen ficaria para as quatro voltas finais, enquanto Pérez também começava a se aproximar da briga, ficando a apenas 4s do companheiro de Red Bull.

Na volta 44, Verstappen colou em Bottas, mas não vinha conseguindo o espaço para fazer a ultrapassagem, mas um erro do finlandês se mostrou crucial, deixando o piloto da Red Bull assumir a segunda posição a oito voltas do fim, a 5s de Hamilton.

Pelo rádio, Bottas brigou com a Mercedes, afirmando que sabia desde o início que era uma prova para duas paradas, enquanto Pérez se aproximou rapidamente do finlandês, fazendo voltas quase 2s mais rápidas. Na 46ª volta, a diferença entre Hamilton e Verstappen era de 4s5.

Um erro a cinco voltas do fim fez a diferença de Hamilton para Verstappen baixar de 5 para 3s5.

No final, Max Verstappen passou Lewis Hamilton pela ponta na penúltima volta, garantindo mais um triunfo na temporada e a manutenção da liderança do Mundial. Sergio Pérez completou o pódio após ultrapassar Valtteri Bottas na volta 49.

Completaram o top 10: Valtteri Bottas, Lando Norris, Daniel Ricciardo, Pierre Gasly, Fernando Alonso, Sebastian Vettel e Lance Stroll.

A rodada tripla da Fórmula 1 continua na próxima semana com o GP da Estíria, primeira de duas corridas no Red Bull Ring, na Áustria. No Motorsport.com você acompanha a cobertura completa do final de semana.

Veja resultados do GP da França:

Cla   # Piloto Chassi Motor Voltas Tempo Diferença Intervalo km/h Pits Abandono Pontos
1   33 Netherlands Max Verstappen Red Bull Honda 53 -       2   26
2   44 United Kingdom Lewis Hamilton Mercedes Mercedes 53 2.904 2.904 2.904   1   18
3   11 Mexico Sergio Perez Red Bull Honda 53 8.811 8.811 5.907   1   15
4   77 Finland Valtteri Bottas Mercedes Mercedes 53 14.618 14.618 5.807   1   12
5   4 United Kingdom Lando Norris McLaren Mercedes 53 1'04.032 1'04.032 49.414   1   10
6   3 Australia Daniel Ricciardo McLaren Mercedes 53 1'15.857 1'15.857 11.825   1   8
7   10 France Pierre Gasly AlphaTauri Honda 53 1'16.596 1'16.596 0.739   1   6
8   14 Spain Fernando Alonso Alpine Renault 53 1'17.695 1'17.695 1.099   1   4
9   5 Germany Sebastian Vettel Aston Martin Mercedes 53 1'19.666 1'19.666 1.971   1   2
10   18 Canada Lance Stroll Aston Martin Mercedes 53 1'31.946 1'31.946 12.280   1   1
11   55 Spain Carlos Sainz Jr. Ferrari Ferrari 53 1'39.337 1'39.337 7.391   1    
12   63 United Kingdom George Russell Williams Mercedes 52 1 lap       1    
13   22 Japan Yuki Tsunoda AlphaTauri Honda 52 1 lap       1    
14   31 France Esteban Ocon Alpine Renault 52 1 lap       1    
15   99 Italy Antonio Giovinazzi Alfa Romeo Ferrari 52 1 lap       1    
16   16 Monaco Charles Leclerc Ferrari Ferrari 52 1 lap       2    
17   7 Finland Kimi Raikkonen Alfa Romeo Ferrari 52 1 lap       1    
18   6 Canada Nicholas Latifi Williams Mercedes 52 1 lap       1    
19   47 Germany Mick Schumacher Haas Ferrari 52 1 lap       1    
20   9 Russian Federation Nikita Mazepin Haas Ferrari 52 1 lap

PÓDIO:  Novo 'PEGA' entre VERSTAPPEN e HAMILTON e tudo do GP da França, em Paul Ricard

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #112 – TELEMETRIA: A volta da F1 a um circuito ‘normal’ com Rico Penteado

 

compartilhar
comentários
PÓDIO AO VIVO: Novo 'pega' entre Verstappen e Hamilton e tudo do GP da França, em Paul Ricard

Artigo anterior

PÓDIO AO VIVO: Novo 'pega' entre Verstappen e Hamilton e tudo do GP da França, em Paul Ricard

Próximo artigo

F1: Verstappen aumenta vantagem para Hamilton com vitória na França; veja classificação do Mundial

F1: Verstappen aumenta vantagem para Hamilton com vitória na França; veja classificação do Mundial
Carregar comentários