F1: Verstappen sente que manobra na largada foi "realmente no limite"

Chefe da Red Bull classificou ultrapassagem dupla em cima das Mercedes como a parte mais importante da vitória do holandês

F1: Verstappen sente que manobra na largada foi "realmente no limite"
Carregar reprodutor de áudio

Max Verstappen sente que sua ultrapassagem dupla em cima de Valtteri Bottas e Lewis Hamilton na primeira curva do GP do México de Fórmula 1 foi algo realizado "realmente no limite", destacando o desafio da manobra que executou, sendo fundamental para sua vitória no domingo.

Com isso, Verstappen aumentou sua vantagem para Hamilton no Mundial de Pilotos ao obter sua nona vitória de 2021 neste domingo no Autódromo Hermanos Rodríguez, terminando impressionantes 16 segundos à frente do rival.

Leia também:

A vitória veio após Verstappen ter problemas na classificação, saindo apenas em terceiro. Mas ele conseguiu usar o vácuo de Bottas na chegada à curva um para passar a dupla da Mercedes por fora.

A manobra garantiu que Verstappen não tivesse que lidar com o ar sujo atrás das Mercedes, sendo algo crítico para seu triunfo. Questionado pelo Motorsport.com sobre o movimento, ele explicou que sua posição na pista, pelo lado de fora da curva, significava que ele poderia frear mais tarde que Hamilton ou Bottas.

"Não tem como treinar uma largada, porque no final você pode estar na esquerda, meio ou direita, dependendo do que acontece. Mas como eu estava por fora e na linha certa, sabia exatamente onde frear".

Max Verstappen, Red Bull Racing RB16B, Lewis Hamilton, Mercedes W12, and Sergio Perez, Red Bull Racing RB16B

Max Verstappen, Red Bull Racing RB16B, Lewis Hamilton, Mercedes W12, and Sergio Perez, Red Bull Racing RB16B

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

"É sempre complicado. O carro do lado de dentro está completamente no lado sujo, porque ninguém está passando ali, então não pode frear tarde como quem está por fora, também por causa do ângulo da curva".

"Eu sabia onde estava freando, foi realmente no limite, porque vocês puderam ver que eu estava bem próximo da linha branca, no limite da pista. Eu sabia que, se alguém freasse mais tarde por dentro, teria saído da pista. Então arrisquei e funcionou".

Christian Horner, chefe da Red Bull, elogiou o movimento de Verstappen, classificando-o como "a parte mais importante" de sua vitória.

"Ele encontrou um espaço. Fiquei surpreso ao ver que eles deram espaço a ele. Tenho que admitir que Valtteri foi bem justo. E eu achei que Max tinha perdido o ponto de frenagem, porque ele reduziu muito tarde".

"Mas ele fez dar certo e, a partir dali, ele controlou a corrida. Foi uma prova bem simples para ele".

F1 AO VIVO: Verstappen BRILHA e vence no México, com Hamilton em 2º e Pérez em 3º; assista ao debate

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #142 – Verstappen e Hamilton vão bater como Senna e Prost?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
GP de São Paulo de F1: Horários, previsão do tempo e como acompanhar a etapa brasileira em Interlagos
Artigo anterior

GP de São Paulo de F1: Horários, previsão do tempo e como acompanhar a etapa brasileira em Interlagos

Próximo artigo

F1: Horner diz que mídias sociais 'aumentaram' críticas a Tsunoda

F1: Horner diz que mídias sociais 'aumentaram' críticas a Tsunoda
Carregar comentários