Farpas e “guerra de boné”: entenda tensão Hamilton x Rosberg

Amigos desde o kart, pilotos dividiram a Mercedes por um ano sem entreveros até iniciarem animosidade que marcou a F1 nos últimos dois anos

Farpas e “guerra de boné”: entenda tensão Hamilton x Rosberg

O GP da Austrália de 2008 foi marcado pelo encontro de dois grandes amigos no pódio. O abraço incontido de Nico Rosberg e Lewis Hamilton mostrava o grande apreço que tinham um pelo outro. Na ocasião, Lewis conquistava a primeira vitória do ano que lhe daria o primeiro título e Nico ia para seu primeiro pódio.

O tempo passou, e em 2013 eles se tornaram a dupla da Mercedes. Com o carro se tornando o grande bicho papão da F1 a partir de 2014, a relação dos dois mudou após alguns episódios ocorridos principalmente desde o GP de Mônaco do ano passado. Confira:

Austrália, 2008

Austrália, 2008
1/11

Foto de: XPB Images

O abraço dos amigos Hamilton (1º) e Rosberg (3º) no pódio foi o desfecho de uma corrida maluca que viu apenas sete carros recebendo a bandeirada. Eles haviam sido colegas de time no kart e desde então cultivavam amizade.

Mercedes 2013

Mercedes 2013
2/11

Foto de: XPB Images

Quando Hamiton chegou à Mercedes em 2013, Nico já estava por lá desde 2010. Apesar de ter terminado atrás em pontos, Rosberg conquistou uma vitória a mais que o inglês.

Bahrein, 2014

Bahrein, 2014
3/11

Foto de: XPB Images

O primeiro grande duelo entre Nico e Lewis na Mercedes aconteceu no Bahrein em 2014. Sem ordens de equipe, Hamilton passou Rosberg na largada e protagonizou junto ao amigo um dos melhores duelos da F1 nos últimos tempos pela vitória.

Mônaco, 2014

Mônaco, 2014
4/11

Foto de: XPB Images

Se há um início na inimizade, foi este. Após fazer a primeira volta no Q3 mais rápida que Hamilton, Rosberg errou a curva Mirabeau na última tentativa. A bandeira amarela foi acionada, o que impossibilitou Hamilton de melhorar sua volta. O inglês acusou Rosberg de ter feito a manobra propositadamente. O alemão não foi punido pela FIA.

Hungria, 2014

Hungria, 2014
5/11

Foto de: XPB Images

Com os dois pilotos em estratégias diferentes, o time pediu para que Hamilton deixasse Rosberg passar para não atrapalhar a corrida do alemão. O britânico negou, o que gerou protestos de Nico pelo rádio. Lewis - que havia saído de último - finalizou em terceiro e Rosberg - pole position - foi o quarto

Bélgica, 2014

Bélgica, 2014
6/11

Foto de: XPB Images

Com o clima cada vez mais tenso, Rosberg tentou passar Hamilton na segunda volta do GP da Bélgica após a reta Kemmel. Na manobra, ele tocou sua asa dianteira no pneu traseiro esquerdo de Hamilton, que foi furado. O caso foi um divisor de águas no clima da equipe e na motivação de Hamilton. Chegando em segundo, Rosberg foi vaiado pelos fãs no pódio.

EUA, 2014

EUA, 2014
7/11

Foto de: XPB Images

Rosberg acusou o golpe. Ele perderia as cinco corridas seguintes para Hamilton e, psicologicamente, chegaria em desvantagem para as duas últimas provas do ano.

Abu Dhabi, 2014

Abu Dhabi, 2014
8/11

Foto de: XPB Images

Ainda assim, Rosberg reagiu e fez as poles no Brasil e em Abu Dhabi, mas perdeu o título para Hamilton após ter problemas em seu carro na última corrida da temporada. Mostrando esportividade, Nico fez questão de terminar a corrida após a Mercedes pedir que abandonasse e abraçou Hamilton antes do inglês ir ao pódio.

China, 2015

China, 2015
9/11

Foto de: XPB Images

Começando a temporada melhor que em 2014, Hamilton ironizou Rosberg depois de o alemão ter reclamado em coletiva após a corrida em Xangai que o inglês teria diminuído seu ritmo de propósito para que fosse ameaçado por Vettel, que vinha em terceiro. “Não é meu trabalho pensar na corrida do Nico”, disse Hamilton de maneira indiferente com Rosberg ao lado.

EUA, 2015

EUA, 2015
10/11

Foto de: XPB Images

Campeão após erro de Rosberg a sete voltas do fim, Hamilton jogou o boné no companheiro de equipe enquanto se aprontavam para o pódio. Nico não gostou da atitude e jogou o boné de volta em Lewis.

México, 2015

México, 2015
11/11

Foto de: XPB Images

Após Rosberg culpar uma rajada de vento nos EUA por ter perdido o controle de seu carro no fim da prova, Hamilton ironizou o alemão após a vitória de Nico no México. “Não teve rajada de vento hoje”, falou ao lado do companheiro na coletiva de imprensa.
compartilhar
comentários
Hakkinen diz que Mercedes venceria com qualquer piloto

Artigo anterior

Hakkinen diz que Mercedes venceria com qualquer piloto

Próximo artigo

Kvyat diz que não mudaria nada em sua temporada de 2015

Kvyat diz que não mudaria nada em sua temporada de 2015
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton , Nico Rosberg
Equipes Mercedes