FIA revela planos para aumentar números e nomes nos carros

A partir do GP da Espanha, em maio, carros deverão contar com identificação mais visível para facilitar visão dos fãs

FIA revela planos para aumentar números e nomes nos carros
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08
Felipe Massa, Williams FW40
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Esteban Ocon, Force India VJM10
Pascal Wehrlein, Sauber C36
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12
Carregar reprodutor de áudio

A FIA confirmou sua intenção de estabelecer pré-requisitos mínimos às equipes a partir do GP da Espanha a respeito dos números e dos nomes dos pilotos nos carros da F1.

Uma carta do diretor de provas da F1, Charlie Whiting, diz que os números deverão ter pelo menos 230mm de altura e os nomes, 150mm, na carenagem. As equipes possuem a opção de usar a abreviação dos nomes que aparecem nas telas de cronometragem, o que significa que Lewis Hamilton pode usar HAM e Sebastian Vettel, VET.

O assunto foi discutido na reunião do Grupo Estratégico da F1 e da Comissão da F1, no início da semana, como parte das intenções de melhorar o espetáculo para os fãs e os espectadores da TV.

Na carta, Whiting diz às equipes que “todos os números devem ser claramente visíveis quando os carros são vistos de frente”. Além disso, a cor utilizada deve fazer “contraste claro” à cor utilizada no carro. O mesmo se aplica aos nomes, que precisam ter espessura de 30mm.

Whiting confirmou que, caso as equipes não cumpram o pré-requisito, os carros poderão ser impedidos de competir. “Para cumprir o regulamento esportivo da F1, esperamos que todos os carros cheguem a Barcelona com essa identificação mais clara. Um relatório será feito aos comissários caso algum carro não cumpra esses pré-requisitos.”

compartilhar
comentários
Escudo divide pilotos sobre melhor tipo de proteção
Artigo anterior

Escudo divide pilotos sobre melhor tipo de proteção

Próximo artigo

Alonso: surpreso com impacto de ida para Indy 500 nos EUA

Alonso: surpreso com impacto de ida para Indy 500 nos EUA