FIA usará detecção eletrônica para evitar cortes de pista

Problema recorrente nos últimos anos será monitorado de perto pela direção de prova neste final de semana em Hungaroring

FIA usará detecção eletrônica para evitar cortes de pista
Track limits electronic detection system
Sebastian Vettel, Ferrari walks the circuit with the team
Sebastian Vettel, Ferrari walks the circuit
Carregar reprodutor de áudio

A FIA irá utilizar tecnologia de detecção eletrônica no GP da Hungria deste fim de semana para evitar que os pilotos abusem dos limites da pista.

A questão de pilotos ganharem vantagem por usar áreas de escape em curvas tem sido um grande ponto de discussão desde o GP da Áustria, quando a FIA colocou zebras altas para impedir que os carros fossem além das linhas brancas. Isso causou danos nos carros de muitos pilotos durante o final de semana, incluindo o espetacular acidente de Daniil Kvyat na classificação.

As zebras foram alteradas em Hungaroring neste ano como parte de uma reformulação da pista, sendo assim a FIA mudou seu sistema para garantir que os limites de pista não se tornem um problema.

Nas curvas 4 e 11, novas zebras duplas foram instaladas, mas a área de escape atrás delas é da mesma altura, por isso não há impedimentos. Nestes pontos haverá monitoramento eletrônico.

Em nota enviada às equipes, o diretor de prova da F1 Charlie Whiting disse: "Instalamos dispositivos ao lado da pista que irão nos alertar quando um carro colocar as quatro rodas fora da pista nestes locais."

compartilhar
comentários
Dominadora, Mercedes chega a única pista onde não venceu
Artigo anterior

Dominadora, Mercedes chega a única pista onde não venceu

Próximo artigo

Após polêmica com Rosberg, FIA revê regras de rádio na F1

Após polêmica com Rosberg, FIA revê regras de rádio na F1
Carregar comentários