Force India aposta em permanência de Perez para 2017

Equipe está confiante na retenção de piloto mexicano, apesar de rumores de sua ida para Ferrari

Force India aposta em permanência de Perez para 2017
Robert Fernley, Sahara Force India F1 Team Deputy Team Principal in the FIA Press Conference
Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM09
Sergio Perez, Sahara Force India F1 in the FIA Press Conference
Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM09
The podium (L to R): Sebastian Vettel, Ferrari, second; Nico Rosberg, Mercedes AMG F1, race winner; Sergio Perez, Sahara Force India F1, third
Sergio Perez, Sahara Force India F1 celebrates his third position in parc ferme

Sergio Perez está na melhor forma de sua carreira, terminando no pódio em Mônaco e no GP da Europa, em Baku. Sua performance, aliada a algumas atuações decepcionantes de Kimi Raikkonen, geraram especulações de que poderia estar na lista de candidatos para atuar ao lado de Sebastian Vettel a partir de 2017.

A esperança dos mexicanos de conseguir um assento na escuderia italiana poderia ser impulsionada pelo potencial apoio de patrocinadores.

Bob Fernley, diretor da Force India, no entanto, deixou claro que não está muito preocupado com a situação.

"Estou muito confiante de que Checo Perez estará aqui no próximo ano, mas você nunca pode dizer nunca na F1", disse ao Motorsport.com. "As coisas podem acontecer, especialmente quando você está lidando com o poder da Ferrari."

"Não sabemos de nenhum interesse até agora, não houve nenhuma abordagem ou qualquer coisa similar, por isso é mais especulação da mídia do que da equipe."

"Só temos quatro equipes à nossa frente, e a escolha é muito mínima."

A Ferrari não tem pressa para finalizar seus planos de pilotos e a equipe tem sido claro que, se Raikkonen puder continuar a chegar ao pódio, então não haverá nenhuma razão para substituí-lo.

Fernley acrescentou que a Force India não estipulou prazo para concluir sua situação com Perez, mas deu a entender que ele estava ansiosa para resolver tudo muito em breve.

"Acho que vamos sempre trabalhar para fazer tudo em tempo hábil, mas tem que ser algo que todo mundo assina", explicou.

compartilhar
comentários
Após ficar para trás, Renault aumenta foco na aerodinâmica
Artigo anterior

Após ficar para trás, Renault aumenta foco na aerodinâmica

Próximo artigo

Para Button, McLaren não é única opção em 2017

Para Button, McLaren não é única opção em 2017
Carregar comentários