Furacão perde força, mas Austin segue com tempo ruim

Etapa americana sentiu os efeitos do Furacão Patricia na última sexta-feira

Furacão perde força, mas Austin segue com tempo ruim
Raffaele Marciello, Sauber C34 Test And Reserve Driver
Pastor Maldonado, Lotus F1 E23
The Mercedes AMG F1 pit gantry during heavy rain in the second practice session
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM08
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W06
Sebastian Vettel, Ferrari SF15-T
Carregar reprodutor de áudio

Uma tempestade provocada pelo Furacão Patricia cancelou a segunda sessão de treino livre, na última sexta-feira, para o GP dos Estados Unidos, em Austin. Embora tenha perdido força para a categoria 1, durante a passagem pelo México, o tempo ainda seguirá instável em Austin, neste sábado.

De acordo com a previsão do tempo, publicada pelo site Weather Channel, irá chover durante o terceiro treino livre (marcado para 13h de Brasília) e a classificação, às 16h, mas as rajadas de vento não devem passar de 14 km/h.

Os organizadores do GP dos EUA ainda deverão se manifestar ao longo desta manhã se haverá alguma alteração na programação deste sábado em Austin.

Na sexta-feira, o furacão provocou chuvas fortes e inundações no Texas (estado da pista de Austin), de acordo com a CNN. Embora o furacão tenha reduzido de categoria, a tempestade ainda segue como uma "ameaça".

compartilhar
comentários
Hamilton admite "pressão horrível" e usa piano para relaxar
Artigo anterior

Hamilton admite "pressão horrível" e usa piano para relaxar

Próximo artigo

Análise: motores da Indy podem ser a salvação da Fórmula 1?

Análise: motores da Indy podem ser a salvação da Fórmula 1?