Glória em Le Mans e fracasso na Indy: relembre o ano de Alonso no automobilismo

Espanhol passou por endurance, Fórmula 1, Indy, rali e Stock Car. Vitórias foram frequentes, mas fracassos também marcaram ano do bicampeão

Glória em Le Mans e fracasso na Indy: relembre o ano de Alonso no automobilismo
Carregar reprodutor de áudio

Fernando Alonso completou em 2019 seu primeiro ano sem pilotar uma temporada completa na Fórmula 1 desde 2002. No entanto, o espanhol, apelidado de príncipe das Astúrias fez jus à fama de piloto versátil e saiu vitorioso em vários dos desafios que encarou ao longo do ano e, pela primeira vez desde 2006, sagrou-se campeão mundial.

Leia também:

O título veio no Campeonato Mundial de Endurance da FIA (WEC), após conquistar cinco vitórias e dois segundos lugares na competição que começou em 2018 e terminou neste ano. Além do título, ele venceu pela segunda vez a lendária 24H de Le Mans.

Mas os desafios do espanhol não se restringiram às provas de resistência e as incontestáveis vitórias. Apesar de colecionar triunfos, ele também enfrentou uma fase de aprendizado no rali e um retumbante fracasso em Indianápolis. Relembre a temporada de Alonso no automobilismo mundial:

Quer ver Fórmula 2, Fórmula 3, Indy e Superbike de graça? Inscreva-se no DAZN e tenha acesso grátis por 30 dias a uma série de eventos esportivos. Cadastre-se agora clicando aqui.

Vitória nas 24H de Daytona (IMSA)
Vitória nas 24H de Daytona (IMSA)
1/40
O time do Cadillac #10, formado por Renger Van Der Zande, Jordan Taylor, Fernando Alonso e Kamui Kobayashi, se classificou na sexta posição para o grid de largada.

Foto de: Art Fleischmann

Vitória nas 24H de Daytona (IMSA)
Vitória nas 24H de Daytona (IMSA)
2/40
Em seu primeiro turno de pilotagem, Alonso assumiu o carro na quinta posição e superou um a um os adversários para assumir a liderança e ainda abrir 21s de vantagem para o Konica Minolta Cadillac #10

Foto de: Richard Dole / Motorsport Images

Vitória nas 24H de Daytona (IMSA)
Vitória nas 24H de Daytona (IMSA)
3/40
Sob forte chuva, o espanhol acelerou para retomar a liderança da prova em seu segundo turno ao volante do Cadillac #10. Ele ainda abriu 55s de vantagem para o segundo colocado.

Foto de: Richard Dole / Motorsport Images

Vitória nas 24H de Daytona (IMSA)
Vitória nas 24H de Daytona (IMSA)
4/40

Em seu terceiro e último turno, Alonso assumiu o volante na segunda posição e se aproveitou de um erro de Felipe Nasr para retomar a ponta e cruzar a bandeirada em primeiro.

Foto de: Art Fleischmann

Vitória nas 24H de Daytona (IMSA)
Vitória nas 24H de Daytona (IMSA)
5/40

Foi a primeira vitória do Príncipe das Astúrias em Daytona. Em 2018 ele havia abandonado a corrida com problemas mecânicos depois de largar na 13ª posição.

Foto de: Richard Dole / Motorsport Images

Testes com McLaren no Bahrein
Testes com McLaren no Bahrein
6/40
Em fevereiro a McLaren anunciou que o espanhol assumiria um cargo de embaixador da marca e que testaria o carro de 2019 em algum momento da temporada

Foto de: Jerry Andre / Motorsport Images

Testes com McLaren no Bahrein
Testes com McLaren no Bahrein
7/40

Em abril, Alonso assumiu o volante do carro da equipe de Woking e apoiou o time nos testes de pneus da Pirelli

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Testes com McLaren no Bahrein
Testes com McLaren no Bahrein
8/40

O espanhol deu 64 voltas no primeiro dia de treinos e mais 69 no segundo, acumulando quilometragem e ajudando a equipe a compreender melhor a próxima geração de pneus da marca italiana.

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Testes com McLaren no Bahrein
Testes com McLaren no Bahrein
9/40
Como o objetivo da equipe avaliar os novos compostos, os tempos de volta foram considerados pouco relevantes.

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Testes com McLaren no Bahrein
Testes com McLaren no Bahrein
10/40

Depois da experiência, o espanhol afirmou que se considerava o melhor piloto do mundo.

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Campeão mundial do WEC - Vitória nas 1000 milhas de Sebring
Campeão mundial do WEC - Vitória nas 1000 milhas de Sebring
11/40

Em 2018 os pilotos do carro #8 da Toyota, Fernando Alonso, Kazuki Nakajima e Sebastien Buemi já haviam conquistado vitórias em Spa e Le Mans, além de dois segundos lugares, no Japão e na China. Em Sebring, largaram na pole.

Foto de: Alexander Trienitz

Campeão mundial do WEC - Vitória nas 1000 milhas de Sebring
Campeão mundial do WEC - Vitória nas 1000 milhas de Sebring
12/40

E os pilotos do carro #8 não deram margem aos rivais e venceram a corrida em Sebring, em março.

Foto de: Alexander Trienitz

Campeão mundial do WEC - Vitória nas 6H de Spa
Campeão mundial do WEC - Vitória nas 6H de Spa
13/40

Na corrida seguinte, o trio de Alonso, Buemi e Nakagima voltou a vencer, desta vez nas 6 Horas de Spa.

Foto de: JEP / Motorsport Images

Campeão mundial do WEC - Vitória nas 6H de Spa
Campeão mundial do WEC - Vitória nas 6H de Spa
14/40
Foi a segunda vitória consecutiva de Alonso e seus companheiros no circuito Belga.

Foto de: Paul Foster

Campeão mundial do WEC - Vitória nas 6H de Spa
Campeão mundial do WEC - Vitória nas 6H de Spa
15/40

Poucos dias antes da vitória, Alonso e Toyota confirmaram que o piloto deixaria a equipe após o término da temporada.

Foto de: JEP / Motorsport Images

Campeão mundial do WEC - Vitória nas 24H de Le Mans
Campeão mundial do WEC - Vitória nas 24H de Le Mans
16/40
Alonso e seus companheiros chegaram à etapa final do campeonato, em Le Mans, com situação confortável na briga pelo título.

Foto de: JEP / Motorsport Images

Campeão mundial do WEC - Vitória nas 24H de Le Mans
Campeão mundial do WEC - Vitória nas 24H de Le Mans
17/40

Por já ter vencido a prova em 2018, Alonso afirmou que a prioridade seria garantir o título ao invés de brigar pela vitória.

Foto de: Marc Fleury

Campeão mundial do WEC - Vitória nas 24H de Le Mans
Campeão mundial do WEC - Vitória nas 24H de Le Mans
18/40

Depois de partir da segunda posição, o trio formado por Alonso, Buemi e Nakajima conseguiu superar os rivais da Toyota nas últimas horas da prova para garantir a segunda vitória consecutiva na lendária prova.

Foto de: Jose Mario Dias

Campeão mundial do WEC - Vitória nas 24H de Le Mans
Campeão mundial do WEC - Vitória nas 24H de Le Mans
19/40
Com a segunda vitória em La Sarhte, o espanhol se tornou o primeiro piloto na história a vencer duas vezes em Mônaco e em Le mans, superando Tazio Nuvolari, Bruce McLaren e Jochen Rindt e Maurice Trintignant.

Foto de: Jose Mario Dias

Campeão mundial do WEC - Vitória nas 24H de Le Mans
Campeão mundial do WEC - Vitória nas 24H de Le Mans
20/40

Com duas vitórias em cada uma das provas lendárias da Eurpa, Alonso precisa 'apenas' de uma vitória na Indy500 para se tornar o segundo piloto na história a conquistar a tríplice coroa, feito alcançado apenas por Graham Hill entre 1963 e 1972.

Foto de: Jose Mario Dias

Indy500 - Segunda tentativa frustrada
Indy500 - Segunda tentativa frustrada
21/40

Em 2017, Fernando Alonso chegou a liderar as 500 milhas de Indianápolis, mas su motor Honda falhou e ele abandonou a prova. Mesmo assim, ele foi premiado como melhor novato da corrida.

Foto de: Phillip Abbott / Motorsport Images

Indy500 - Segunda tentativa frustrada
Indy500 - Segunda tentativa frustrada
22/40

Em sua segunda tentativa, a McLaren fez uma parceria com a Carlin e construiu um carro exclusivamente para que Alonso competisse na prova.

Foto de: Geoffrey M. Miller / Motorsport Images

Indy500 - Segunda tentativa frustrada
Indy500 - Segunda tentativa frustrada
23/40

No entanto, após um acidente nos treinos livres em Indianápolis, a equipe teve problemas de logística e não conseguiu entregar um novo volante a tempo para o espanhol e acumulou diversos problemas.

Foto de: McLaren

Indy500 - Segunda tentativa frustrada
Indy500 - Segunda tentativa frustrada
24/40

Somando-se às falhas da McLaren, Alonso não foi rápido o suficiente para se classificar entre os 30 melhores que garantiram acesso direto à corrida e precisou disputar uma espécie de repescagem, na qual também saiu derrotado, o que resultou na não participação do espanhol na corrida.

Foto de: Geoffrey M. Miller / Motorsport Images

Indy500 - Segunda tentativa frustrada
Indy500 - Segunda tentativa frustrada
25/40

Após o fracasso de piloto e equipe, Gil de Ferran, diretor esportivo da McLaren, pediu desculpas ao espanhol pelas trapalhadas da equipe em Indianápolis.

Foto de: Michael L. Levitt LAT Photo USA

Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
26/40

Mas 2019 não se resumiu à corridas no asfalto. Alonso começou em março uma série de testes com a Toyota, de olho em uma participação no Rally Dakar de 2020.

Foto de: Toyota Racing

Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
27/40

A primeira experiência do espanhol foi na África do Sul, onde começou sua preparação.

Foto de: Toyota Racing

Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
28/40

Após a primeira experiência, Alonso disse ter gostado de pilotar um carro de rali.

Foto de: Toyota Racing

Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
29/40

Apoiado pela fabricante japonesa, Alonso afirmou que todas as experiências fora da F1 eram mais do que apenas diversão.

Foto de: Toyota Racing

Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
30/40

Depois das primeiras impressões positivas de Alonso, a Toyota elaborou um plano de testes e competições para o espanhol se preparar para Dakar.

Foto de: Toyota Racing

Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
31/40

Um momento de grande 'tensão' para o espanhol foi sua experiência com as dunas do Namíbia, onde disse ter ficado chocado com o tamanho do desafio.

Foto de: Toyota Racing

Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
32/40
Depois da experiência no Namíbia, o espanhol participou de sua primeira prova, a Lichtenberg 400, na África do Sul, onde completou a prova, mas não foi classificado por ter perdido muito tempo após capotar e danificar seu para-brisa.

Foto de: Toyota Racing

Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
33/40
Em Lichtenberg, Alonso formou dupla com Marc Coma, pentacampeão do Dakar como piloto de motos. Espanhol, Coma será co-piloto do asturiano.

Foto de: Toyota

Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
34/40

Em seguida, a dupla Alonso-Coma participou do Rally do Marrocos. No primeiro dia, o Toyota dos espanhóis sofreu com furos nos pneus e ficou para trás. Na sequência, entraram no top-10, mas o terceiro dia foi o pior, com a dupla precisando abandonar.

Foto de: Toyota

Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
Preparação para o Dakar: Testes, competições e primeiro pódio
35/40

No último evento de preparação antes do Dakar, na Arábia Saudita, Alonso e Comas chegaram ao pódio pela primeira vez, comum terceiro lugar no rally Al Ula-Neom. A evolução do espanhol surpreendeu o experiente time da Toyota, que ficou empolgada para a lendária prova.

Foto de: Toyota Racing

Fernando Alonso, Toyota Corolla Súper TC2000
Fernando Alonso, Toyota Corolla Súper TC2000
36/40

Dias depois de chegar em terceiro na Arábia Saudita, Alonso participou de evento promocional da Toyota na Argentina, onde a marca japonesa oficializou sua participação na Stock Car 2020.

Foto de: Toyota Racing

Fernando Alonso, Matias Rossi, Toyota Corolla Súper TC2000
Fernando Alonso, Matias Rossi, Toyota Corolla Súper TC2000
37/40

Alonso guiou o carro da Toyota do Super TC 2000, competição argentina similar à Stock Car. Uma das celebridades a dar voltas ao lado do espanhol, foi Matías Rossi, astro da categoria que estará na Stock Car em 2020.

Foto de: Toyota Racing

Fernando Alonso, Toyota Corolla Súper TC2000
Fernando Alonso, Toyota Corolla Súper TC2000
38/40
Alonso deu várias voltas com o carro da Toyota no circuito argentino e impressionou por sua velocidade com o carro que havia acabado de conhecer.

Foto de: Toyota Racing

Fernando Alonso, Toyota Corolla Súper TC2000
Fernando Alonso, Toyota Corolla Súper TC2000
39/40

Em entrevista ao Motorsport.com, Alonso disse que não descarta participar de corridas da Stock Car no futuro, apontando conhecer a categoria através de Rubens Barrichello e Nelsinho Piquet.

Foto de: Toyota Racing

Fernando Alonso, Toyota Corolla Súper TC2000
Fernando Alonso, Toyota Corolla Súper TC2000
40/40

Na esteira da declaração de Alonso, o chefe da Stock Car, Carlos Col, afirmou que a categoria tem interesse em trazer o espanhol para a corrida de duplas, que voltará a fazer parte do calendário da categoria em 2020.

Foto de: Federico Faturos

Siga o Motorsport.com Brasil no Twitter, Facebook, Instagram e Youtube.

compartilhar
comentários
VÍDEO: Veja tudo sobre a troca de máquinas entre Hamilton e Rossi
Artigo anterior

VÍDEO: Veja tudo sobre a troca de máquinas entre Hamilton e Rossi

Próximo artigo

Red Bull "não tem desculpas para 2020, tem que entregar resultados", diz Marko

Red Bull "não tem desculpas para 2020, tem que entregar resultados", diz Marko