Fórmula 1
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
6 dias

Governo corta financiamento e coloca futuro do GP do México em dúvida

compartilhar
comentários
Governo corta financiamento e coloca futuro do GP do México em dúvida
2 de fev de 2019 13:56

Em prol de obra de infraestrutura, poder público não irá mais ajudar a financiar corrida na Cidade do México após o fim do contrato vigente

O GP do México pode desaparecer do calendário da Fórmula 1 a partir de 2020, após o governo local decidir encerrar o financiamento do evento. A corrida tem sido consistentemente classificada como uma das melhores pelos fãs desde que retornou ao calendário em 2015.

Mas seu contrato com a Fórmula 1 expira no final deste ano e, até o momento, é uma das cinco corridas que não assinou uma extensão além do final da temporada 2019.

Há relatos de que o novo governo federal mexicano decidiu não continuar com o financiamento de 400 milhões de pesos pela corrida – cerca de 20 milhões de dólares.

"Para 2020, o governo federal não comprometerá este recurso", disse ao El Financiero a chefe de governo da Cidade do México, Claudia Sheinbaum.

"Agora eles estarão destinando a maior parte dos fundos para a conclusão do trem turístico maia ou do trem maia", continuou Sheinbaum, referindo-se a um projeto para construir uma ferrovia no sudeste do país com um custo de quase 10 bilhões de dólares.

No entanto, Sheinbaum foi confirmou que a corrida deste ano não está em risco. "A F1 em 2019 vai acontecer porque desde o ano passado as administrações anteriores se comprometeram com esse montante."

Assim como o México, os GPs da Grã-Bretanha, Itália, Espanha e Alemanha têm seus acordos terminando ao fim deste ano.

Os organizadores da corrida mexicana vão agora procurar ajuda da FOM, a empresa detida pela Liberty Media, que é dona e opera a F1.

O México distintamente se distanciou de uma carta crítica da Associação de Promotores de Fórmula 1 enviada para a Liberty enviada no início desta semana.

"O GP do México não participou do encontro", disse a organização em um comunicado dos promotores na terça-feira.

"Não concordamos com o que foi divulgado pela Associação de Promotores de Fórmula 1 em seu nome”, continua o comunicado.

"Nós apreciamos o trabalho que os novos donos da F1 estão fazendo para entender os requisitos e preocupações dos promotores, assim como dos fãs."

"Os promotores mexicanos e a F1 continuam as negociações sobre a renovação do contrato do GP do México de F1 em privado."

Próximo artigo
Renault: ter Ricciardo é uma maneira de acelerar time para topo da F1

Artigo anterior

Renault: ter Ricciardo é uma maneira de acelerar time para topo da F1

Próximo artigo

GALERIA: Relembre os carros construídos pela Alfa Romeo na F1 de 1950 a 1985

GALERIA: Relembre os carros construídos pela Alfa Romeo na F1 de 1950 a 1985
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1