Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
63 dias
06 mai
Próximo evento em
105 dias
20 mai
Próximo evento em
119 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
133 dias
10 jun
Próximo evento em
140 dias
24 jun
Próximo evento em
154 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
161 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
175 dias
29 jul
Próximo evento em
189 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
217 dias
02 set
Próximo evento em
224 dias
09 set
Próximo evento em
231 dias
23 set
Próximo evento em
245 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
252 dias
07 out
Próximo evento em
259 dias
21 out
Próximo evento em
273 dias
28 out
Próximo evento em
280 dias
05 nov
Próximo evento em
288 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
301 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
316 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
325 dias

Há 17 anos, GP da Austrália de F1 tinha início caótico

compartilhar
comentários

Largada caótica do GP da Austrália de 2002

Largada caótica do GP da Austrália de 2002
1/6

Foto de: Ferrari Media Center

Ralf pegou o vácuo de Rubinho

Ralf pegou o vácuo de Rubinho
2/6

Foto de: BMW AG

Tentou dos dois lados

Tentou dos dois lados
3/6

Foto de: BMW AG

E voou por cima da Ferrari do brasileiro

E voou por cima da Ferrari do brasileiro
4/6

Foto de: Ferrari Media Center

Causando o caos na sequência

Causando o caos na sequência
5/6

Foto de: LAT Images

Rubinho e outros 7 abandonaram na primeira curva

Rubinho e outros 7 abandonaram na primeira curva
6/6

Foto de: Brousseau Photo

Por:
, Editor

Ralf Schumacher e Rubens Barrichello iniciaram acidente que tirou 8 carros da prova na primeira curva

Há 17 anos, o Grande Prêmio da Austrália dava início à temporada de Fórmula 1 de forma caótica.

Leia também:

Logo na primeira curva, Ralf Schumacher, da Williams, acertou em cheio a traseira de Rubens Barrichello, que havia feito a pole position pela Ferrari, e o acidente dos dois acabou resultando em 8 carros batendo logo na primeira curva em Albert Park.

Além de Rubinho e Ralf, Giancarlo Fisichella (Jordan), Allan McNish (Toyota), Olivier Panis (BAR), Jenson Button (Renault), e as Saubers do estreante Felipe Massa e de Nick Heidfeld.

Somente oito carros terminaram aquela prova, e apenas os integrantes do pódio não levaram uma volta do vencedor Michael Schumacher: Juan Pablo Montoya, que chegou 18 segundos atrás do alemão, e Kimi Raikkonen, que fazia sua primeira corrida pela McLaren.

 

 

 

 

Hamilton critica pneus da Pirelli para 2019 na Fórmula1

Artigo anterior

Hamilton critica pneus da Pirelli para 2019 na Fórmula1

Próximo artigo

Honda promete revisar montagem de motor “agressiva demais”

Honda promete revisar montagem de motor “agressiva demais”
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Ralf Schumacher , Rubens Barrichello
Equipes Ferrari , Williams
Autor Gustavo Faldon